Algumas mulheres sofrem de cólica menstrual no período da menstruação. A dor causa desconforto e incômodo, deixando muitas mulheres de cama, sem vontade de sair de casa ou enfrentar os afazeres do cotidiano.

A dor na cólica menstrual é provocada pelo aumento de substâncias do útero, chamadas prostaglandinas, que promovem as contrações uterinas que acompanham os ciclos menstruais normais.

Usar a velha e boa bolsa quente ajuda a aliviar as dores da cólica menstrual. Foto: Shutterstock
Usar a velha e boa bolsa quente ajuda a aliviar as dores da cólica menstrual. Foto: Shutterstock

Cerca de 50% das mulheres podem sentir cólica menstrual em algum momento da sua vida, estimam os médicos. Essas dores podem ser de fraca a forte intensidades, interferindo negativamente na qualidade de vida. A cólica menstrual gera uma dor aguda que vai e volta. Quando ela se manifesta de maneira muito forte, pode estar associada a outros sintomas, como náuseas, vômitos e dor de cabeça.

A cólica menstrual pode ser classificada como primária ou secundária. No primeiro caso, que é mais comum, se trata apenas de uma condição normal do ciclo menstrual, produzida pelas prostaglandinas. Já a secundária ocorre devido a alguma patologia, que pode ser um mioma uterino, alterações no ovário, cistos, infecção pélvica, endometriose e até o uso do DIU (dispositivo intra-uterino).

Como aliviar a cólica menstrual

Quando a cólica menstrual causar muito desconforto, tente descansar. O simples ato de deitar com a barriga para baixo, apoiada em um travesseiro e comprimindo a região abdominal, já ameniza as dores.

Uma alimentação saudável é essencial para reduzir a cólica menstrual. Podem ajudar a diminuir a dor os alimentos com cálcio, como laticínios e vegetais escuros, o magnésio encontrado na soja, banana, beterraba, aveia, tofu, couve e abobrinha, além de gorduras poliinsaturadas presentes no salmão, no atum e na castanha do Pará.

Estes alimentos são relaxantes musculares e têm poder antiinflamatório natural. Esqueça os alimentos ricos em gorduras, pois favorecem uma maior produção de hormônios femininos. Evite ainda os embutidos e as bebidas com cafeína, como café, chá preto e refrigerante.

Faça exercícios

Outra dica para aliviar a cólica menstrual é praticar atividades, como alongamento, ioga, caminhada ou andar de bicicleta. Feitos de forma regular e moderada, estes exercícios liberam endorfinas e amenizam as dores.

Deite-se de costas, com joelhos dobrados, pés no chão e braços para trás. Ao mesmo tempo, levante os braços para frente e estique as pernas para a posição sentada. Incline-se para frente e tente alcançar os pés com os dedos das mãos. Retorne à posição normal.

Outro exercício que ajuda a amenizar a cólica menstrual é ficar em pé, de frente para a parede, a uma distância de 30 centímetros. Cruze os braços na altura dos ombros. Incline a barriga até que toque a parede. Permaneça nesta posição por um minuto, mantendo os calcanhares no chão e os joelhos retos. Retorne à posição inicial.

Bolsa quente

Usar a velha e boa bolsa quente também ajuda a aliviar a cólica menstrual. Coloque-a na região lombar e no abdômen. O calor estimula a irrigação, relaxa a musculatura e ameniza o impacto das contrações do útero.

Outra dica importante é, se possível, durante seu período menstrual, evitar situações estressantes. Muitas pessoas com dores ficam mais irritadas e perdem a paciência muito facilmente.

Casos as cólicas menstruais e os sintomas da pré-menstruação sejam muito intensos, procuro um médico especialista. Os tratamentos são à base de antiespasmódicos ou com anticoncepcional.

 

 

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão DoutíssimaClique aqui para se cadastrar!

 

Saiba mais:

 

Saúde da mulher. Corrimento esverdeado: o que pode ser?

Corrimento na gravidez: por que acontece e como tratar

Guia do corrimento vaginal. Tudo o que você precisa saber sobre corrimento: quais tipos, cores, cheiro, como diagnosticar e tratar

Futuras mamães: fiquem de olho no corrimento amarronzado na gravidez

Dúvida do leitor: corrimento na gravidez prejudica o bebê?

Corrimento com mau cheiro: como tratar

Corrimento vaginal: aprenda a descobrir quando o corrimento vaginal indica um problema de saúde

Camisinha que vibra – conheça a novidade que vai balançar o seu relacionamento

Camisinhas diferentes podem ser uma boa opção para sair da rotina com o seu parceiro. 

Bill gates investe na camisinha do futuro

Qual o momento certo de parar de usar a camisinha com o seu parceiro(a)?

Conheça os tipos de camisinha que dão mais prazer

Etiqueta do sexo: como fazer sexo oral sem tabu

Saiba tudo sobre a AIDS: causas, sintomas e tratamento