[the_ad_group id="16401"]
Sexualidade

Seduzir no trabalho: saiba se esse comportamento é indicado

Por Redação Doutíssima 24/04/2013

Quando um novo colega chega do escritório ninguém está livre de ter uma atração instantânea. Acontece que nem sempre seduzir no trabalho é uma boa ideia, já que pode tirar sua atenção e até mesmo prejudicar sua vida profissional. Está gostando dele? Que tal levar isso para fora do horário de expediente?

 

Relacionamento no trabalho é algo comum

Quando colegas de trabalho passam muito tempo no escritório juntos, é inevitável que alguns acabem misturando negócios com prazer. Romances no trabalho são bastante comuns: quase 40% dos funcionários já namoraram um colega de trabalho em algum momento de sua carreira, de acordo com um novo estudo do CareerBuilder.

seduzir-no-trabalho-doutissima-shutterstock

Focar em paquera durante o expediente pode prejudicar o desempenho no trabalho. Foto: Shutterstock

Essa pesquisa também indicou um dos primeiros problemas em seduzir no trabalho. Segundo o levantamento, 20% das pessoas que tiveram romance no escritório fizeram isso quando já eram casados ​​ou então tiveram um caso com um colega de trabalho que era casado na época. Além disso, 5% das pessoas que namoraram um colega de trabalho saíram do emprego depois que a relação acabou.

 

Qual é o problema de seduzir no trabalho?

Seduzir no trabalho em busca de um romance é capaz de colocar você em uma situação comprometedora. Seria difícil resolver um conflito de interesses se um de vocês estiver em posição de influenciar a carreira do outro, por exemplo. Optar pelo empregador ou pelo interesse amoroso? Além disso, a confiança deve ser redobrada no outro para que ele não revele informações pessoais no ambiente de trabalho.

 

No entanto, o motivo mais comum para evitar algo a mais com um colega de trabalho é o fato de que se não der certo, você teria que trabalhar com ele ou vê-lo quase todos os dias. Isso é especialmente difícil para a pessoa que não queria o fim do relacionamento, muitas vezes levando à queda de produtividade ou drama e hostilidade no ambiente de trabalho.

 

Além disso, focar em paquera e sedução durante o expediente pode prejudicar o desempenho no trabalho. É possível que em pouco tempo você queira almoços mais longos ou momentos a sós com a pessoa, o que é capaz de prejudicar a postura profissional.

 

Acontece que muitas vezes a atração é inevitável e fica difícil não jogar um charme – ainda que sem querer. A melhor postura nesses casos é levar a relação para outro momento e outra situação. Convidar a pessoa para um happy hour, um jantar ou um passeio no final de semana pode ser um bom início.

 

É importante ainda conhecer a política do empregador quanto a relacionamentos no trabalho. Muitas empresas são flexíveis nesse aspecto, mas nem todas agem dessa forma e conhecer a posição delas previne surpresas desagradáveis.

 

Em outras palavras, quando se trata de romance, sedução e paquera no local de trabalho, é melhor pesar os prós e os contras em primeiro lugar. Você realmente pode encontrar o amor da sua vida, mas também é capaz de perder o melhor trabalho que já teve.

 

Lembre-se que um encontro com um colega de escritório já basta para mudar a dinâmica no ambiente de trabalho. Por isso, evite tomar decisões no impulso e reflita bastante sobre a questão antes de qualquer atitude.

 

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre seduzir no trabalho? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão DoutíssimaClique aqui para se cadastrar! 


[the_ad id="14710899"]
[the_ad id="14710899"]
[the_ad_group id="16404"]