[the_ad_group id="16401"]
Gestante

Cuidados durante a gravidez: quatro regras para evitar a toxoplasmose

Por Redação Doutíssima 02/05/2013

toxoplasmose

1 – Cuidado com a carne

Lave as mãos antes e depois de manusear carne crua

Comer carne mal passada, deve ser raro. Especialmente carpaccio!

A carne mais contaminada é a de carneiro e a carne bovina, mas também dê atenção para a carne de porco, cavalo, coelho, frango.

Evite salsichas, lingüiças, salsichas e foie gras.

Quando fizer ensopados, certifique-se que a temperatura de cozimento é alta o suficiente.

Sempre que possível, evite grelhados. Para que estejam perfeitamente cozidos, a carne deve ser cozida a 65 °C da sua espessura total.

Quebre o hábito de saborear a carne no prato antes do final do cozimento

Boa notícia: O parasita não sobrevive ao congelamento, para que você possa comer com segurança a carne deve ser previamente congelada. Esta pode ser a solução preferida para grelhar: Congelar a carne em primeiro lugar!

 

2 – Tenha cuidado com salada

Lava bem frutas e legumes

Não se esqueça de lavar bem a tábua de carne

No restaurante, cantina … quando você estiver em dúvida, evite o consumo de vegetais (legumes, saladas e ervas) e sempre preferira legumes cozidos.

Não há necessidade de usar água sanitária ou vinagre quando você lavar os legumes.

 

3 – Jardinagem

Você pode estar contaminado após ter tido contato com terra contamina e colocado a mão na boca.

Após as sessões de jardinagem, lave bem as mãos, não se esqueça de escovar as unhas . Ou ainda melhor, sempre use luvas ao tocar o solo.

 

4 – Cuidado com o gato

As fezes do gato é um importante transmissor da toxoplasmose. Para se proteger você deve usar luvas ao limpar a caixa de areia do seu gato e de maneira alguma, tocar as fezes com as mãos. Ou se você puder delegar outra pessoa para esta tarefa, é ainda melhor.

Limpe a caixa de areia com água fervente

No entanto, é desnecessário se livrar do bichano: Estudos têm demonstrado que viver com um gato não aumenta significativamente o risco de toxoplasmose durante a gravidez.

 

Toxoplasmose e os gatos: As perguntas mais comuns.

E os arranhões do gato?

Pegar toxoplasmose após um arranhão de gato é tecnicamente possível, mas extremamente raro. Para que isso seja possível, o gato deve ter as garras sujas contendo o vírus, e logo após o arranhão, você leve sua lesão à boca.

 

Como diminuir as chances do meu gato ser portador da doença?

Não dê ao seu gato leite ou carne crua

Sempre que possível, caso ele não seja caseiro, impeça que ele cace e assim, encontre uma fonte de carne crua. Se necessário, equipe-o com um colar com um sino para assustar sua potencial presa.

 

Todos os gatos apresentam risco de contaminação?

Não, o seu gato preguiçoso que passa a vida dormindo no sofá, nunca coloque as caras para fora e come apenas ração, tem pouco risco de tramistir-lhe qualquer coisa. Ao in vez disso, um gato de rua que caça por comida e caminha na terra suja é um vetor provável do parasita.


[the_ad id="14710899"]
[the_ad id="14710899"]
[the_ad_group id="16404"]