[the_ad_group id="16403"]
Gestante

Sexo no segundo trimestre de gravidez: pode ou não pode?

Por Redação Doutíssima 02/05/2013

As relações sexuais durante uma gestação costumam ser motivo de dúvida para os casais. Afinal, o sexo no segundo trimestre de gravidez é permitido? Ele pode trazer riscos à mulher ou ao bebê? De acordo com o ginecologista e obstetra Alberto, o coito não precisa ser interrompido em nenhum momento. Mas essa é uma questão muito particular.

“Na verdade, o sexo não é proibido durante a gravidez. Muitas vezes, em uma gestação inicial, quando a mulher tem sangramentos – e isso não é incomum – o médico pode sugerir repouso e evitar relações neste período. Mas, passada essa fase e a expectativa inicial, o casal pode ficar tranquilo”, salienta o especialista.

Sexo no segundo trimestre de gravidez e os cuidados

O primeiro aspecto a ser considerado em relação ao sexo na gravidez é que podem ocorrer alterações no desejo sexual, por conta dos hormônios. Além disso, quando a barriga já está maior, costumam ocorrer certos receios: o homem pode ficar com medo de machucar a mulher ou romper a bolsa, por exemplo.

Por isso, a sugestão do médico é repensar as posições que são mais favoráveis para a relação nesta fase da gestação. “Talvez o papai e mamãe não seja a posição mais confortável e segura para a dupla. Mas isso estimula o casal a usar a criatividade e descobrir outras posições”, opina Guimarães.

Ele aponta também que o uso de lubrificantes pode tornar a relação mais prazerosa para a grávida, pois os hormônios também causam alterações nas secreções. “Embora na gravidez a secreção geralmente seja aumentada, ainda pode haver certo atrito e desconforto para a mulher. Por isso, encontrar uma boa posição e investir no lubrificante podem ser alternativas”, destaca.

Vale lembrar que o bebê não é prejudicado pelo ato sexual, já que a membrana que sela a cerviz ajuda a protegê-lo. O saco amniótico e os músculos do útero também auxiliam na proteção. Há indícios, inclusive, de que as relações sexuais na gravidez são bem-vindas, pois trazem benefícios físicos e emocionais ao fortalecer o vínculo afetivo entre o casal.

Sexo no segundo trimestre de gravidez

Sexo é permitido e traz benefícios na gravidez. Foto: iStock, Getty Images

Contraindicação de sexo na gravidez

Assim, não é necessário abrir mão do sexo em nenhuma fase da gravidez. Basta que o casal saiba se readaptar à medida que a barriga cresce. No entanto, em alguns casos específicos, a relação deve ser evitada mediante orientação médica.

Há algumas condições em que o sexo pode prejudicar a gravidez. “Por exemplo, em uma gestação de cinco meses, na qual a mulher começa a ter alguns sinais de colo fino, mais aberto ou entreaberto”, menciona o obstetra.

Eventuais problemas na placenta ou sangramentos recorrentes mediante movimentos também são algumas das razões pelas quais o sexo pode ser contraindicado para algumas grávidas. Mas esses são casos excepcionais e fogem à regra.

O importante é manter um acompanhamento médico para evitar complicações. Além disso, diante de dúvidas sobre o sexo na gravidez, vale conversar com o seu ginecologista para esclarecer todos os mitos e verdades.

E aí, o que achou do artigo sobre sexo no segundo trimestre de gravidez? Deixe o seu comentário!


[the_ad_group id="16349"]
[the_ad_group id="16404"]