[the_ad_group id="16403"]
Especialidades

Veja como lidar com o sexo no último trimestre de gravidez

Por Redação Doutíssima 20/05/2013

Há muitos mitos que cercam a gestação, especialmente no que se refere à prática sexual. Um dos maiores é de que fazer sexo quando grávida pode machucar o bebê. O último trimestre de gravidez é ainda o período que mais temores pode oferecer, pois é nessa fase que o bebê já está praticamente formado e há um grande volume na barriga da mamãe.

Mas não se preocupe. Desde que não haja uma gestação de risco e o acompanhamento e liberação do médico, o casal pode manter relações sexuais com tranquilidade, inclusive no último trimestre de gravidez. 

ultimo trimestre da gravidez

Caso a gravidez não seja de risco, a relação sexual pode ser mantida com tranquilidade. Foto: iStock

 

Principal medo no último trimestre de gravidez

Segundo um estudo publicado na Revista Portuguesa de Clínica Geral, o medo de machucar o bebê faz com que muitos homens deixem a prática sexual de lado com a companheira.

 

Por isso, para que vocês se tranquilizem em relação ao que pode ou não acontecer com o feto durante a relação sexual, primeiro entenda que ao mesmo tempo em que o pênis ocupa a área da vagina, o bebê está na cavidade uterina, que é separada da vagina por meio do colo do útero.

Na maior parte das vezes, o órgão sexual masculino sequer encosta ou atinge a parte externa do colo do útero. Não existe a possibilidade de o pênis entrar em contato com o feto, ou com o líquido amniótico ou ainda com a placenta.

Assim, os especialistas afirmam que não há risco nem para a mãe, nem para o bebê, em relações sexuais durante toda a gestação, inclusive no último trimestre de gravidez.

Mas não esqueça, qualquer dúvida, mesmo que seja a menor, sua ou de seu parceiro, deve ser levada ao consultório do seu médico obstetra. É ele quem vai esclarecê-la e orientar o casal da melhor forma possível para o momento do sexo, que deve ser de prazer, não de receio.

As relações sexuais desde o começo até o último trimestre de gravidez, devem ser evitadas em situações bem específicas, como as de risco de nascimento prematuro, rotura da bolsa (rotura prematura das membranas), sangramentos vaginais, implantação baixa da placenta, chamada de placenta prévia, e também quando a gestante é hipertensa.

Os casos de sangramento são bem graves e a orientação é de que, caso isso aconteça, a grávida não mantenha relações até que seja avaliada por seu médico.

Dúvidas sobre sexo no último trimestre de gravidez

Pode haver dúvidas ainda sobre outros tipos de prática sexual além da penetração vaginal, como o sexo anal e o sexo oral. De acordo com especialistas, não há nenhum tipo de restrição quanto ao sexo oral. Já no que se refere ao sexo anal, o mais adequado é não praticá-lo.

Isso porque, como a gestante está com a imunidade baixa, condição natural em seu estado, é prudente ter mais cautela para que não aconteça contaminação da área anal para a região vaginal. Como o ânus e os órgãos genitais femininos são muito próximos, com manipulação local pode ocorrer infecções vaginais e urinárias por bactérias normais da flora intestinal.

Outro motivo para evitar o sexo anal, seja no começo ou no último trimestre de gravidez. é que essa prática pode não ser nada confortável para a mulher que tende a sofrer com hemorroidas e com o intestino preso.

Mas caso a mulher decida praticar o sexo anal na gravidez, deve fazê-lo sempre depois do sexo vaginal e logo em seguida fazer uma minuciosa higiene. O preservativo não deve ser deixado de lado, nunca.

 

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão DoutíssimaClique aqui para se cadastrar! 

 

É fã do Doutíssima? Acompanhe o nosso conteúdo pelo Instagram!


[the_ad_group id="16349"]
[the_ad_group id="16404"]