[the_ad_group id="16401"]
Guia dos Dentes

Saiba como tratar a gengivite

Por Redação Doutíssima 26/05/2013

A gengivite é uma inflamação que ocorre na gengiva causada pela irritação da placa bacteriana, por falta de higiene bucal adequada. Sem os cuidados necessários, a gengivite pode evoluir para a periodontite, uma forma mais grave da doença que compromete todos os tecidos ao redor do dente (o periodonto – que promove sua sustentação), provoca reabsorção óssea, retração da gengiva e, consequentemente, mobilidade e perda dos dentes. Fique alerta!

Causas

A causa mais comum da gengivite é a falta de higiene bucal adequada, que permite o acúmulo da placa bacteriana nos dentes e na gengiva. Outras causas possíveis são má oclusão, tártaro, cáries, ausência de restaurações, baixa produção de saliva, cigarro, certos medicamentos e a exposição a metais pesados, como por exemplo, o chumbo e o bismuto.

images (8)

Alterações hormonais que ocorrem na puberdade, durante a menstruação, na gravidez e na menopausa provavelmente explicam os episódios de gengivite que se instalam nessas fases da vida e, por isso, exigem acompanhamento odontológico e cuidados de higiene bucal especiais e redobrados.

A gengivite pode, ainda, ser uma manifestação associada a enfermidades, como herpes labial, diabetes, epilepsia, AIDS, leucemia, hipovitaminose ou ainda ser provocada por reação alérgica.

 

Sintomas de Gengivite

  • Sangramento nas gengivas (sangue ao escovar, mesmo quando se escova os dentes suavemente)
  • Gengivas com um aspecto de um vermelho vivo ou arroxeado
  • Gengivas sensíveis somente quando se toca nelas
  • Lesões na boca
  • Gengivas inchadas
  • Gengivas com um aspecto de brilho.

 

Diagnóstico

O diagnóstico da gengivite, assim como o da periodontite, é clínico, considerando os sinais e sintomas da doença, as condições gerais de saúde do paciente e seu histórico familiar. Quanto mais precocemente for feito, melhores serão os resultados do tratamento.

images (7)

 

Tratamento

– Os dentes são completamente limpos por um profissional, é feita uma raspagem acima e abaixo do contorno da gengiva com instrumento específico, utilizando ultrassom ou aplicando um spray com líquido composto por alguns sais. Essa raspagem é seguida de alisamento da raiz e polimento dos dentes para eliminar os focos de infecção. A prescrição de antibióticos e anti-inflamatórios pode ser um recurso terapêutico importante em alguns casos. Todo o processo pode envolver o uso de vários instrumentos ou aparelhos para soltar e remover os acúmulos dos dentes com intuito de diminuir a inflamação. Então é melhor você não querer passar por isso!

Faça uma higiene bucal adequada

– É necessário uma higiene bucal muito cuidadosa após a limpeza dentária, além da escovação e do uso do fio dental, é recomendado a realização de uma limpeza duas vezes por ano, ou com mais frequência em casos mais graves, o uso de enxaguantes bucais antibacterianos (sem álcool!) ou outros produtos pode ser aconselhado.

como-utilizar-o-fio-dental-corretamente

– A cirurgia periodontal pode fazer-se necessária quando essas intervenções terapêuticas não surtem os efeitos desejados.

 Recomendações

*  Informe-se sobre a maneira correta de escovar os dentes. A boa escovação e o uso do fio dental são essenciais para manter a saúde bucal;

* Monitore a escovação dos dentes das crianças pequenas. Elas devem ser estimuladas a realizá-la sozinhas, mas muitas vezes precisam de ajuda no começo para adquirir bons hábitos;

* Evite alimentos e bebidas doces, especialmente se não tiver a chance de escovar logo os dentes;

* Escove sempre os dentes antes de deitar, mesmo que já os tenha escovado depois das refeições;

* Não se esqueça de que o cigarro também é um veneno para a gengiva e os dentes;

* Faça visitas regulares ao dentista e sempre que notar mudanças no aspecto de sua gengiva.

Agora você está pronto para ter dentes brancos e saudáveis! 😉

Fonte: Colgate


[the_ad id="14710899"]
[the_ad id="14710899"]
[the_ad_group id="16404"]