[the_ad_group id="16401"]
Motivação

5 conselhos de Steve Jobs para o sucesso profissional

Por Redação Doutíssima 30/05/2013

steve jobs

Steve Jobs, um ícone do sucesso profissional durante um discurso para recém formados da Universidade de Stanford  em 2005, citou 5 conselhos para os jovens em início de carreira. Que tal conhecê-los e começar a aplicá-los na sua vida desde já?

1. Não se esqueça que um dia você irá morrer

“Lembrar-se de que você irá morrer é o melhor meio que eu conheço para evitar a armadilha de pensar que você tem alguma coisa a perder. Seu tempo é limitado, então não o perca vivendo a vida de outra pessoa. Não seja preso pelo dogma – que é viver em função dos pensamentos de outros. Não deixe o barulho da opinião alheia tornar a sua voz interior inaudível. E o mais importante, tenha a coragem para seguir seu coração e intuição”.

Steve Jobs pensava que se há um momento para fazer algo acontecer, esse momento é agora. Afinal, nunca sabemos o que pode acontecer amanhã.

2. Encontre um trabalho que você ame

O trabalho ocupa uma grande parte das nossas vidas e para que possamos nos sentir felizes com a vida, é essencial que gostemos daquilo que fazemos. “Você precisa encontrar o que você ama”.

3. Não tenha medo de recomeçar

Steve Jobs acreditava que às vezes “ a vida bate com um tijolo na sua cabeça” mas que esse não era o momento de desistir e ficar reclamando o porque não deu certo.

Em 1985, um ano após lançar o Macintosh e nove após fundar a Apple com Steve Wozniak, foi demitido da companhia por brigas internas com o então CEO da empresa, John Sculley. “O que tinha sido o foco de toda a minha vida adulta se fora, e isso foi devastador”. Mas isso trouxe algo de bom à Steve: “O peso de ser bem sucedido foi substituído pela leveza de ser um iniciante novamente. Isso me libertou para entrar em um dos períodos mais criativos da minha vida”.

4. Acredite que tudo fará sentido no futuro

Após terminar sua universidade, Steve Jobs não sabia o que iria ser da sua vida. Ele apenas resolveu acreditar que tudo daria certo. “Você não pode conectar os pontos olhando para frente; você apenas pode conectá-los olhando para trás. Então, você precisa acreditar que os pontos, de alguma maneira, irão se conectar no futuro”.

5. Siga a sua curiosidade e intuição

Steve Jobs cursou apenas 1 semestre do curso que os pais pagavam. Ele não via muita utilidade. Nos meses seguintes, resolveu fazer apenas os cursos que julgava interessantes. Foi aí que ele acabou parando em um curso de caligrafia, que mais tarde fez toda a diferença. “Se eu nunca tivesse entrado naquele simples curso na faculdade, o Mac nunca teria múltiplos tamanhos de letras ou fontes proporcionalmente espaçadas. E já que o Windows copiou o Mac, é provável que nenhum computador pessoal as teria”.

 

Fonte: Exame


[the_ad id="14710899"]
[the_ad id="14710899"]
[the_ad_group id="16404"]