[the_ad_group id="16403"]
Clínica Geral > Saúde

Como acabar com o chulé (mau cheiro dos pés)

Por Redação Doutíssima 31/05/2013

chle

O popular chulé não é algo que afeta somente os adolescentes. E não tem nada pior do que aquele amigo que tira o sapato perto de nós com aquele odor insuportável de chulé. Mas saiba que tudo isso tem solução. Entenda mais sobre o chulé e como acabar com o mau cheiro dos pés.

Por que o chulé?

A pele dos nossos pés contém cerca de 250.000 glândulas. Depois de passar um dia inteiro trancado no lugar, não é de se estranhar que o suor do nosso pé acabe mau cheiroso. De fato, é o suor que causa o cheiro, pois ele fornece um ambiente favorável para o crescimento bacteriano. Entre os dedos dos pés, o ambiente quente e úmido também é favorável para o desenvolvimento de fungos que podem causar o aparecimento de infecções fúngicas.

Se a temperatura e qualidade dos sapatos influência no chulé, a hereditariedade também desempenha um papel. Na verdade, o seu próprio odor corporal e grau de transpiração.

 

Como evitar o chulé?

– Comece com uma boa higiene dos pés. Lave os pés no mínimo uma vez por dia ou duas vezes com água e sabão ou com um sabão específico para transpiração excessiva (contendo ticlosan, substância antibacteriana).

chulé lavar

– Faça bastante espuma, em seguida, limpar o arco e entre cada dedo.

– Seque bem os pés e os vãos dos dedos.

chule enxuga

– Polvilhe talco ou um produto anti-odor.

chul'e talco

Os cuidados especiais com os sapatos

– Faça o mesmo com os sapatos: Certifique-se de que eles estão secos (se necessário, alterne entre dois pares de sapatos para que eles tenham tempo para secar), em seguida, polvilhe o interior com talco ou um produto anti-odor ou ácido bórico (um pó branco fino encontrado em farmácias e tem propriedades anti-sépticas).

– Você também pode tentar palmilhas especiais contra odores.

– Novos sapatos (ou sapatilhas fora da máquina de lavar) podem também ser tratados com um desodorante de pulverização antibacteriana.

– Evite sapatos feitos de material sintético e dê preferência a sapatos “respiráveis”, com o interior de couro.

– Use meias feitas de fibras naturais, não sintéticas.

Caso mesmo tratando você não notar melhora, pode necessário uma visita ao médico que irá lhe indicar algum tratamento mais apropriado ao seu caso.

 

Fonte: e-santé


[the_ad_group id="16349"]
[the_ad_group id="16404"]