[the_ad_group id="16403"]
Filhos

Como funciona o armazenamento de sangue do cordão umbilical

Por Redação Doutíssima 10/06/2013

cordao umbilical

A coleta de sangue do cordão umbilical é feita logo após o nascimento do bebê e não interfere com nenhum procedimento habitual durante o parto. Porém, esta é uma decisão que deve ser feita com bastante antecedência e não causa nenhum tipo de dor à mãe ou ao bebê.

A coleta pode ser feita caso o nascimento seja por parto normal ou cesariana. Após o nascimento, o cordão umbilical é pinçado e cortado, interrompendo a ligação entre o bebê e a placenta. A quantidade de sangue (de 70 a 100 ml) que permanece no cordão umbilical é, então, coletada, congelada e posteriormente armazenada em tanques de nitrogênio líquido a -190º C. O processo só pode ser feito com a autorização da mãe. O tempo máximo entre a coleta e o armazenamento não deve exceder 48 horas.

 

Como acontece a coleta

A ANVISA exige que alguns exames sejam feitos antes da estocagem para garantir que o sangue não está contaminado. Entre os testes, estão exames sorológicos para doenças infecciosas transmissíveis pelo sangue e doenças genéticas, verificação de contaminação bacteriana e/ou fúngica, contagem e viabilidade celular. Também são armazenadas alíquotas do sangue da mãe para testes futuros.

É exigido também um teste do sangue contido no cordão umbilical para certificar que ele contém um número mínimo de células. As amostras são descartadas caso não atenda à essa exigência ou se tiverem contamindas por algum tipo de bactéria ou fungo.

 

Como participar?

A gestante pode optar por empresas particulares ou bancos públicos que fazem parte da BrasilCord. É preciso avisar o ginecologista obstetra para que ele comece a dar entrada no procedimento que inclui exames prévios e avaliação para identificar se a gestante se enquandra no perfil de doadora. Também é preciso que a mãe tenha menos de 37 anos, que o bebê venha a nascer com idade gestacional de no mínimo 35 semanas e que pese mais de 2kg. Caso opte por uma empresa privada, é preciso entrar em contato com a empresa pelo menos 24h antes do parto.

O sangue do cordão umbilical pode ser armazenado por até 20 anos sem que ocorra a perda da integridade das células.

 

Fonte: UOL


[the_ad_group id="16349"]
[the_ad_group id="16404"]