Revista-Pilates-Esporão

Uma dor apareceu no calcanhar e você não sabe o que é. Já pensou em esporão calcâneo? Considere que este pode ser o motivo do incômodo nos seus pés e descubra aqui mais informação sobre esta inflamação e o que fazer para acabar com ela!
Leia mais: Entenda como é feita a ultrassonografia

O que é o esporão calcâneo?

Esporão calcâneo é a formação e crescimento de um pequeno osso no calcanhar. Este osso do calcanhar, também chamado de calcâneo, está localizado na sola do pé. Ou seja, é ele que sofre as maiores pressões, impactos e o peso do nosso corpo.
 

Causas

As causas do esporão calcâneo não são específicas. Ele atinge, geralmente, mulheres que praticam atividades físicas de grande e médio impacto como corridas e caminhadas. Durante estas atividades, o estresse excessivo na região provoca o estiramento do músculo, causando uma inflamação. Permanecer longos períodos de pé também pode facilitar o aparecimento do esporão calcâneo. Os homens também podem ser afetados.

ESPORÃO.

Leia mais: O que é melhor: correr ou caminhar?

Tratamento

O tratamento pode começar com os clássicos gelo e exercícios de alongamento. O repouso também é importante, para não inflamar ainda mais a região. Dependendo da dor e do grau em que o esporão calcâneo esteja, anti-inflamatórios também podem ser usados (sempre sobre prescrição médica). Quando este tratamento inicial não dá resultado, a fisioterapia é indicada, assim como o uso de pequenos aparelhos e objetos ortopédicos para a correção da postura ou, ainda, para imobilizar a área. O tratamento é longo, podendo durar até um ano. Em casos extremos, a cirurgia pode ser considerada pelo médico.

Palmilha-de-Silicone-para-Esporão-5

Como sempre dizem, o melhor tratamento é ainda a prevenção. Se você não abre mão das suas corridinhas ou é uma verdadeira maratonista, tenha sempre o cuidado de usar calçados que amorteçam o máximo possível o impacto. Não é preciso abrir mão das suas atividades preferidas. É só se atentar aos cuidados que o esporão calcâneo não vai aparecer!

Fonte: abc.med, Doctoralia, Biopsicosaúde

 

 


1 Comentário

Comments are closed.

DEIXE UMA RESPOSTA