Clínica Geral > Saúde

Entenda o desvio de septo e possíveis correções

Por Redação Doutíssima 19/07/2013

desvio de septo

Desvio de septo é quando o septo nasal apresenta um format anormal. Nesse caso, o septo não segue a linha medial do rosto e pode estar um pouco torta à direita ou à esquerda. Esse desvio pode causar problemas respiratórios por causar uma dificuldade de respirar. Ele pode ser a causa também de outro problemas nasais infecciosos ou inflamatórios.

 

De onde surge e por que acontece o desvio de septo?

Eles tem duas origens: podem ser congênitos e estejam presentes desde o nascimento ou resultado de diversos traumatismos no nariz.

Leia também: Como curar o sangramento nasal

 

Como diagnosticar um desvio de septo?

desvio septop

Os sintomas mais comuns são:

– Dificuldades para respirar;

– Dor de cabeça;

– Sangramento nasal;

– Ronco;

– Apnéia do sono.

 

O que deve ser feito para corrigir o problema?

O desvio de septo pode ser corrigido através de uma cirurgia chamada septoplastia. O processo é relativamente simples e leva cerca de uma hora. Ele deve ser realizado em um hospital através de anestesia geral.

Veja também: Rinite: Saiba como evitar reações alérgicas dentro de casa

 

Quando a cirurgia é recomendada?

A cirurgia para correção do desvio de septo é indicada para ser realizada no final da adolescência, quando o crescimento do nariz já chegou ao seu tamanho final. No entanto, ela pode ser realizada mais cedo, caso o problema traga um enorme desconforto ao paciente e que a cirurgia venha a trazer uma maior qualidade de vida.

 

O que acontece se o desvio de septo não for corrigido?

Quando não corrigido, o desvio de septo pode criar prédisposição para diversas patologias como sinusites, respiração pela boca, cansaço, dificuldade para dormir bem, roncos e babação noturna.

Confira: Qual é o seu tipo de rosto?

 

Quais complicações podem ocorrer durante a cirurgia?

As complicações mais comunsa são sangramentos, infecções, perfuração de septo e diminuição do olfato. Essas complicações são raras hoje em dia. É importante seguir todas as recomendações médicas para um bom pós-operatório.

 

Fonte: abc med


Sites parceiros