[the_ad_group id="16401"]
Filhos

Como proteger seu filho dos piolhos na escola

Por Redação Doutíssima 28/08/2013

Piolhos amam as crianças, e a escola é o parque de diversões do parasita. Todo ano, é inevitável aquele recadinho da professora avisando sobre a prevenção dos piolhos na escola. Mas como fazer para que seu filho não seja atacado por essa praga?

1 piolho

 

 

Piolhos nunca mais!

 

A doença causada pelos piolhos se chama pediculose. Ela é transmitida pelo contato direto cabeça-a-cabeça ou pelo uso de objetos contaminados como bonés, escovas ou pentes. A higiene não é um agravante, a contaminação por piolhos pode se dar em crianças cuja higiene é bem feita, de qualquer classe social. A arma clássica dos pais contra esse parasita é o uso de xampu especial vendido em farmácias. Mas esta não é a única forma de prevenção e extermínio dos piolhos. Veja mais:

A melhor forma de prevenção é sempre evitar que seus filhos vão à escola com os cabelos soltos e que compartilhem objetos. Não espere ver a criança coçar a cabeça para passar o pente fino. Em época escolar, avalie a cabeça do seu filho periodicamente. Em caso de contágio, não corte os cabelos da criança. Isso pode ser traumatizante e não é garantia de que os piolhos serão exterminados.

A criança deve saber o que são os piolhos e o que podem fazer para evitar o contágio. Elas devem entender que podem seguir brincando com os amiguinhos que tenham piolho, mas devem manter os cabelos presos e evitar o compartilhamento de objetos pessoais como pentes e chapéus.

 

Tratamento

 

Comece identificando se seu filho é foco de lêndeas ou se foi contaminado por alguns piolhos. A técnica do xampu + pente fino deve ser adotada imediatamente para limpar totalmente a cabeça da criança.

Você também pode usar loção de lavanda ou solução caseira feita com porção igual de água e vinagre antes de passar pente fino na cabeça da criança.

As roupas da escola e as roupas de cama, almofadas ou ursinhos com o qual as criança durma devem ser lavados em água quente, acima de 60º. Assim, evita-se a proliferação matando os focos de lêndeas.

Em casos graves, onde as técnicas básicas não funcionem e a infestação nunca termina, a criança deve ser levada ao médico, que pode receitar xampu feito em manipulação e medicamentos de via oral para acabar de vez com os piolhos.

 

Fonte: Crescer, hair finder.


[the_ad id="14710899"]
[the_ad id="14710899"]
[the_ad_group id="16404"]