[the_ad_group id="16401"]
Saúde Mental

Pare de negociar: a importância de dizer não a seus filhos

Por Rafaela Monteiro 02/10/2013

Pode ser difícil dizer não para seus filhos. Eles são capazes de manipular, atuar e negociar até receberem o que desejam. Mas especialistas sugerem que ceder aos apelos nem sempre é a melhor alternativa. Seguindo algumas dicas, é possível mudar de atitude e passar a ser firme em respostas negativas.

O problema em dizer não

Muitos pais acabam cedendo aos pedidos dos filhos por um doce ou um brinquedo exclusivamente para evitar ataques de birra ou confronto. Os pequenos também podem tentar despertar aquele sentimento de culpa – estratégia especialmente eficaz contra aqueles ocupados, que possuem pouco tempo para ficar em casa.

Há também os pais que são permissivos apenas porque desejam ver seus filhos felizesOcorre que, muitas vezes, o efeito é oposto. O difícil é perceber esses traços no momento de disputa.

Segundo um estudo publicado na JAMA Pediatrics, os pequenos dormem mais, melhoram desempenho na escola e apresentam melhor comportamento quando os pais limitam o conteúdo e a quantidade de tempo que as crianças gastam no computador e na televisão, por exemplo. 

Um dos princípios fundamentais da educação é pensar a longo prazo. O papel dos pais é facilitar o desenvolvimento das crianças, proporcionando experiências que as permitam crescer de forma responsável.

Desde cedo, é importante ensinar aos pequenos que na vida adulta é preciso estar disposto a fazer escolhas, ter comprometimento e disciplina e, principalmente, adiar a gratificação de curto prazo para cumprir metas maiores.

Falar para seus filhos que eles precisam esperar e ser pacientes, como qualquer outra pessoa, é um bom começo. A partir daí, eles serão capazes de desenvolver a força de caráter, a resiliência e a disciplina necessárias para o sucesso na vida adulta – ainda que ela pareça tão distante naquele momento.

dizer não

Os pequenos precisam estar acostumados a ouvir negativas. Foto: iStock, Getty Images

Como retomar o controle

Para lidar com algumas situações e nem sempre ceder, é preciso estar preparado. Lembre-se que o não às vezes é necessário e, principalmente, importante para o desenvolvimento. Algumas dicas podem ajudar você a manter a postura firme, sem deixar de ser educativa:

  • Escolha suas batalhas

É desnecessário negar tudo o tempo todo, sendo preciso avaliar as situações. Caso perceba algo excessivo, é importante ressaltar a importância da resposta negativa. Por outro lado, se for algo simples, ao seu alcance, sem prejudicar qualquer pessoa, nada há de errado em ceder.

  • Dê uma razão

É sempre benéfico quando você ajuda as crianças a entenderem o porquê está dizendo não.  Se ela quer um doce, explique os motivos pelos quais é inadequado comê-lo naquele momento. Se ela estiver fazendo barulho, justifique que isso muitas vezes incomoda outras pessoas.

  • Fique calmo

Gritar é um erro. Mantenha a voz firme, para demonstrar quem está no controle. Também não apele para a palmada. Uma boa conversa tende a surtir mais efeito.

  • Siga em frente

Se você pedir ao seu filho para desligar a televisão em cinco minutos e ele desobedecer, vá e desligue você mesma o aparelho. Nessas horas, é desaconselhável negociar ou ameaçar. Especialistas indicam que o importante é definir um limite, agir para mantê-lo e ser firme nesse sentido.


[the_ad id="14710899"]
[the_ad id="14710899"]
[the_ad_group id="16404"]