[the_ad_group id="16401"]
Primeiros Socorros

Como curar lesões

Por Redação Doutíssima 03/10/2013

como-ser-atleta-de-fim-de-semana

Engana-se quem pensa que as lesões esportivas é um mal que só assola os atletas. Basta fazer mais esforço do que o que estamos acostumados ou executar erroneamente uma atividade para que ocorram torções, estiramentos musculares e outros machucados. Todo mundo está exposto a esse risco, porém, quando algo do tipo acontece, é importante tomar alguns cuidados na hora do acidente, pois assim você poderá evitar um agravamento da situação.

Existem cinco passos básicos para tratar lesões desse gênero nas primeiras 48 horas, ou seja, a fase aguda do machucado, que foram criadas por especialistas norte-americanos. Apelidado de PRICE, sigla em inglês que resume as estratégias anti-dor após uma lesão, o processo que ensina como curar lesões consiste em proteger a área afetada, esfriar a região, comprimir o machucado, repousar e levantar o membro que sofreu a lesão. Essas dicas, porém, não passam de primeiros socorros e o ideal é procurar um médico. Se as dores persistirem mesmo após o PRICE, procure um médico ou fisioterapeuta que será capaz de avaliar o grau de seriedade do machucado.

O preparo do indivíduo e a modalidade de atividade física que realiza são fatores determinantes para identificar o tipo e a intensidade dos machucados. As lesões podem variar de contusão – que ocorre devido a choques e, portanto, é mais comum a indivíduos que praticam esportes de contato -, entorses – acontecem quando o movimento em uma articulação excede os limites do corpo – e, em casos mais graves, o deslocamento articular – rompimento dos ligamentos ou tendões. Esta última ocorre frequentemente nos joelhos e tornozelos.

atleta-de-fdsJá a distensão muscular, ou seja, o estiramento, ocorre geralmente devido a um esforço físico excessivo, o que pode levar ao rompimento de fibras musculares. A tendinite, por outro lado, é uma resposta inflamatória a um pequeno trauma em um tendão. Por último, mas não menos importantes, as cãibras! Elas não são necessariamente lesões, mas uma espécie de sinal que o organismo enviar para avisar que algo não correu como o esperado. Ela surge devido ao acúmulo de ácido lático, substância produzida pela contração dos músculos. A grosso modo, ela é um alerta de fadiga muscular e ausência de certos nutrientes no corpo.

Para prevenir esses problemas, procure ter um bom preparo físico e manter uma rotina de treinos, musculação, aeróbica. Assim, os seus músculos estarão mais acostumados a trabalhar e poderão evoluir pouco a pouco sem grandes riscos de se machucar. Os mais afetados por lesões decorrentes de atividades físicas são os famosos esportistas de fim de semana.

E não esqueça de fazer sempre alongamentos e aquecimentos antes de começar qualquer exercício e depois da suadeira!


[the_ad id="14710899"]
[the_ad id="14710899"]
[the_ad_group id="16404"]