[the_ad_group id="16401"]
Filhos

6 Grandes erros que os pais cometem na hora de pôr o bebê para dormir

Por Redação Doutíssima 22/10/2013

bb

Pôr o bebê para dormir e, além disso, fazê-lo dormir a noite toda é uma das missões mais complicadas para os jovens papais e mamães. Porém, nós podemos ajudar vocês a evitar os erros mais frequentes e também aumentar suas chances de passar, você também, uma boa noite.

 

Erro n° 1 : colocar a sua criança muito tarde na cama

Quando você trabalhou o dia inteiro, às vezes pode dar vontade de passar mais tempo com o seu bebê por perto para aproveitar um pouco. Ou você pensa, talvez, que ele será tão cansado que ele cairá num sono profundo assim que tocar o colchão.

Qualquer que seja a sua motivação, não é recomendado em nenhum caso de manter um bebê acordado por muito tempo. Quando os bebês ou as crianças muito novinhas estão muito cansados, eles certamente terão problemas para dormir e, consequentemente, a noite será perturbada. Eles também teriam uma tendência a acordar mais cedo e mais disposto se você o fez dormir a uma hora mais razoável.

Então, é preferível instaurar um ritual do sono e respeitá-lo todas as noites. Não espere que a sua criança boceje ou coce os olhinhos para prepará-lo para ir dormir. 15 ou 20 minutos a mais de sono podem fazer uma grande diferença.

 

Erro n° 2 : fazer seu bebê dormir em um passeio

Você provavelmente já suspirou aliviado vendo seu bebê dormir na cadeirinha de segurança do carro ou carrinho de bebê. Mesmo se esse tipo de soninho permite que você tenha uma pausa, não caia na armadilha de ter que se mexer por ninar sua criança todas as vezes. Você não poderá fazer isso toda noite, por exemplo, e seu bebê não dormirá tão calma e profundamente.

É claro que você pode sair com o seu bebê para acalmá-lo. Mas não use esse tipo de deslocamento para fazê-lo dormir.

 

Erro n° 3 : estimular seu filho na hora de dormir

Talvez você tenha instalado um mobile no berço do bebê. Mas atenção, pois os objetos que se movem, os sons e as luzes podem ser fontes de distração. Se o bebê presta atenção neles, ele vai permanecer acordado por mais tempo, pois ele não vai entender que é hora de dormir.

É recomendado que, na hora de dormir, o quarto do seu filho esteja quase ou completamente escuro. Não se preocupe : seu bebê não terá medo, pois ele é muito novinho para ter medo do escuro. Uma música suave pode ajudá-lo a pegar no sono e também a « isolar» o quarto dos barulhos da casa.

Na medida que seu filho for crescendo, um pequeno abajur pode ajudar a controlar os medos dele. Não permita que ele assista televisão pouco antes de ir dormir. Se ele dorme na frente do desenho animado preferido, ele perderá em torno de preciosos trinta minutos de sono, o que pode interferir no humor e no comportamento dele no dia seguinte.

 

Erro n° 4 : negligenciar o ritual do sono

Com um bebê, o ritual do sono ideal é composto por um banho, um carinho e uma historinha. Conforme ele for crescendo, você vai começar a sentir que não é mais necessário esse tipo de ritual, pois ele já está grandinho. Porém, é muito importante continuar a propôr atividades agradáveis e calmas antes de fazê-lo dormir. Elas preparam seu pequeno para uma boa noite de sono. Mesmo os adultos dormem melhor quando eles passam momentos de serenidade antes de ir para a cama. Não espere que seu filho passe da excitação de um dia cheio a um sono profundo em alguns instantes.

 

Erro n° 5 : a irregularidade

Às vezes, quando o seu filho é um pouco « grudado » em você, pode ser tentador colocá-lo na sua cama para dormir com você. Mas ele ainda é muito pequeno para entender por que às vezes ele pode ir dormir com os pais e às vezes não e isso pode ser a causa de uma frustração que será fonte de irritação que fará com que você permita que as escapadas dele para a sua cama se repitam com uma certa frequência.

Se você se encontra nessa situação, faça com que seu filho perca o costume de ir para a cama dos pais progressivamente. Sente-se do lado da caminha dele enquanto ele estiver pegando no sono. Depois de alguns dias, permaneça na frente da porta e, então, deixe de uma vez o quarto. Explique a ele que, quando for hora de ir dormir, ele deve ir para a cama dele. Seja firma, porém doce, só assim você vai conseguir convencê-lo.

 

Erro n° 6 : mudar muito cedo do berço à cama grande

Se você muda seu bebê do berço à cama grande muito cedo, você corre o risco de encontrá-lo passeando pela casa. Antes dos 3 anos, uma criança não é suficientemente madura para saber se controlar e entender que ele deve ficar no interior das fronteiras imaginárias que representam a cama.

A melhor maneira de saber se seu filho está pronto para mudar de cama, é de testar uma cama maior. Se depois de uma semana você perceber que não está funcionando muito bem, proponha de retornar ao berço. Não há problema nenhum em fazer isso. Dentro de algumas semanas ou meses, tente novamente.


[the_ad id="14710899"]
[the_ad id="14710899"]
[the_ad_group id="16404"]