[the_ad_group id="16401"]
Guia dos Dentes

Robôs em todas às faculdades de odontologia

Por Redação Doutíssima 18/11/2013

robo-4

Todo aluno de odontologia possui aulas que simulam o atendimento ao paciente, antes de começar a atender o paciente diretamente e com isso, minimizar os problemas e riscos de iatrogenias nos pacientes, em virtude do aprendizado inicial dos futuros profissionais. Em muitas instituições de ensino, esse modelo utilizado para simular a boca do paciente é muito diferente do que realmente acontece na realidade e acredito ser muito importante para uma melhor capacitação do futuro dentista. A utilização de modelos mais realistas como os que vem sendo divulgados nos mais variados meios de comunicação há alguns anos. Um artigo divulgado no site do R7 há alguns anos mostra que os modelos já existem há bastante tempo mas ainda não conseguiram trazer para a realidade da maioria das instituições de ensino.

robo-5

Vamos para o artigo que fala um pouco sobre esse modelo extremamente realista para um aprendizado mais fácil e completo por parte de alunos do curso de odontologia e maior facilidade para os professores no que diz respeito ao ensino da prática odontológica.

“Ele mexe a mandíbula, a língua e as pálpebras, revira os olhos de dor e até “baba” na cadeira do dentista, mas não sente medo do “motorzinho”. A descrição poderia ser de qualquer paciente, mas, na verdade, se refere ao robô Hanako, criado por uma universidade japonesa para ajudar os estudantes do curso de odontologia. A ideia é que os alunos possam cometer “muitos erros” antes de treinar com pessoas de verdade.

robo-2

A Universidade de Showa University diz que esse é o primeiro robô a avaliar estudantes dessa área em larga escala. Hanako tem aspecto feminino e usa frase como “está doendo” para avisar o aspirante a dentista de que ele está fazendo algo de errado no procedimento. Em uma demonstração feita em Tóquio, no Japão, o aluno rapidamente desligou a ferramenta de polimento para não machucar os dentes ou a gengiva do robô.

robo-3

Para tornar o exercício mais real, o robô consegue mover olhos, pálpebras e a língua, expele um líquido que imita saliva e move os músculos da boca devagar para simular que está cansado daquela posição. O preço do produto não foi revelado.”

robo-1

Acredito que a tecnologia pode ser muito útil no auxílio ao aprendizado e me deu até vontade de ver esse robô de perto para poder confirmar a sua utilidade. A odontologia tem evoluído de forma impressionante não só em novas técnicas mas em novos produtos, materiais e equipamentos e isso vem trazendo melhor condição ao profissional de trabalhar com excelência e para o paciente em ser tratado com conforto.


[the_ad id="14710899"]
[the_ad id="14710899"]
[the_ad_group id="16404"]