[the_ad_group id="16401"]
Guia dos Dentes

Dentista de interior sofre mas não larga a luta

Por Redação Doutíssima 26/11/2013

interior-5

Um assunto que não está mudando muito ao longo de todos esses anos é com relação ao trabalho de muitos dentistas dentro da rede pública de saúde que acontece com várias dificuldades e isso se agrava quando temos o mesmo serviço em locais mais humildes e de difícil acesso. Enquanto muitos dentistas tem a facilidade de consultórios bem equipados e com bastante conforto para atender, temos os dentistas que acompanham as famílias carentes em comunidades muito pobres e que são muito carentes de atenção à saúde bucal. O dentista de interior é o dentista que atende no serviço público em pequenas cidades de difícil acesso e com situação precária de moradia e de trabalho.

interior-4

Mesmo em muitas cidades maiores e com um sistema de atendimento mais complexo, temos muitos problemas com relação a grande quantidade de pacientes a serem atendidos, a falta de alguns materiais e equipamentos essenciais para um bom atendimento, falta de segurança e riscos reais no trabalho: desde fazer raio-x sem proteção até atendimento de pessoas perigosas ou ser ameaçado pela população que quer ser atendida de qualquer jeito.

interior-2

Nas cidades menores a quantidade de pessoas é menor mas o número de consultórios e hospitais com atendimento são menores ainda e o problema se repete. Existe momentos que o dentista não possui luva para trabalhar ou faltou água na unidade de atendimento e os pacientes pensam que o dentista está com preguiça ou que nem mesmo foi trabalhar. Materiais vencidos e instrumentais sem quantidade e qualidade de trabalho também são problemas do dia-a-dia de um dentista do sistema público de atendimento.

interior

Tivemos uma ótima notícia meses atrás com relação ao aumento do teto salarial da categoria que já está em processo significativo de efetivação. Sabemos que isso não é o suficiente e que há uma grande variação de salário de cada localidade e de cada prefeitura. Sem contar, os inúmeros dentistas que trabalham como contratados e não são efetivados ou concursados e estão diretamente ligados à condição política para ficar ou sair de seu cargo. Além da variação de salário por região temos os famosos DAS que ganham mais ou menos de acordo com a classificação de seu cargo.

???????????????????????????????

Precisamos de mais preocupação com saúde e menos preocupação com política. Os valores significativos provenientes do governo precisam chegar no atendimento: em estrutura, em materiais, instrumentais e recursos humanos. Muitos profissionais precisam se capacitar e sair da mesmice e o dentista fica de mãos atadas quando esse aglomerado de problemas o engole e impede uma atuação mais significativa.


[the_ad id="14710899"]
[the_ad id="14710899"]
[the_ad_group id="16404"]