cervical

As cervicalgias costumam ser sem uma causa aparente, e muito raramente começa de maneira 
repentina, em sua grande maioria estão relacionadas a má postura, movimentos bruscos do pescoço ou manutenção forçada de determinada posição. Estima se que cerca de 50% da população brasileira sofra ou já tenha sofrido algum desconforto na região da coluna cervical.

Uma queixa bastante comum são de pessoas que apresentam dor na cervical irradiada para o braço, neste caso é chamada de cervicobraquialgia, mas este tema abordarei nos próximas semanas.

Anatomia

A coluna cervical é a mais móvel da coluna vertebral, permitindo movimentos de 130° na flexão/extensão, 80° de rotação para cada lado, e 45° de inclinação. Composta também por 8 raízes nervosas que se ramificam para a cabeça, ombros, pescoço, braços e região anterossuperior do tórax.

Causas

• Contraturas e distensões: são as mais comuns, em muitos casos decorrente após manter uma postura forçada durante o sono, ou por movimentos bruscos.
• Má postura: Com o aumento da tecnologia e uso de tablets e notebooks ,muitos adotam posturas precárias que levam a dor na região.
• Fraqueza abdominal: provoca um desequilíbrio global fazendo com que a cabeça venha para frente para compensar a falta de equilíbrio.
• Stress: gera um aumento na tensão muscular causando contraturas, rigidez e dores locais.
• Osteoartroses: onde causa uma degeneração progressiva da cartilagem e a formação ósseal chamada osteófito popularmente conhecido como “bico de papagaio” causando dor e limitação ao movimento.
• Acidentes: causadas por exemplo em uma batida de carro ou em uma queda onde se faz o movimento de chicote com a cervical
Sans titre
• Outras Doenças: Quando a dor se prolonga por muito tempo ou há sinais neurológicos, como alterações de sensibilidade ou de força muscular, pode haver algo mais sério, tais como: Infecções na coluna, compressões da medula espinhal, tumores, fraturas e outras patologias podem ocorrer.

Tratamento Fisioterápico

O tratamento deve sempre levar em conta o limite do paciente. Pode ser usadas compressas de calor nos casos das contraturas onde apresentem muita rigidez e limitação de movimento, alongamentos para a região cervical tomando cuidado com o limite do paciente para não gerar um efeito contrario ao de relaxamento, tração da coluna cervical, podem também auxiliar no tratamento aparelhos como ultrassom e ondas curtas. É muito importante após boa melhora do paciente realizar o fortalecimento da musculatura da região cervical, onde poucos se atentam para isso uma vez que essa região suporta todo o peso da cabeça que não é uma parte leve.

Exemplo de exercício de fortalecimento cervical
fotofinal