Clínica Geral > Especialidades > Guia dos Dentes

10 cuidados de higiene para ficar menos doente

Por Redação Doutíssima 16/12/2013

Prevenção é a palavra-chave para evitar doenças e ter uma boa saúde. Lavar bem as mãos e os alimentos antes de cozinhá-los são cuidados básicos de higiene que fazem toda a diferença. Confira a seguir as nossas dicas de cuidados que você deve tomar com o seu corpo, casa, roupas e comidas.

 

higiene

 

1) Lavar as mãos

Antes de comer, de tocar os alimentos, depois de ir ao banheiro e assim que chegar em casa, a primeira coisa que devemos fazer é lavar as mãos com água e sabão, esfregando a palma da mão, o dorso, entre os dedos e o punho, deixando cair bastante água corrente no final do processo. O sabão é importantíssimo pois a água sozinha não acaba com as impurezas. Apesar de básico, este é um dos processos de higiene mais importantes.

 

2) Usar álcool em gel

Carregue sempre o álcool em gel com você para desinfetar as mãos quando você não tiver a possibilidade de lavá-las. Ele combate germes, vírus e bactérias – ideal para ser usado se você tem contato com espaços de grande circulação de pessoas, corrimões e maçanetas.

 

3) Lavar bem os alimentos

Lavar bem os alimentos antes de comê-los é importantíssimo. Na hora de lavar verduras, confira se não há nenhum resto de terra, larvas ou insetos. Deixe-as de molho em uma mistura de vinagre e água por 30 minutos, lavando-as novamente no final. No caso dos legumes e frutas, esfregue-os com uma bucha para remover os resíduo de agrotóxico, caso você for consumi-los com casca. Coloque de molho na solução de vinagre e água, enxaguando em seguida com água corrente.

 

4) Não levar as mãos ao rosto

Sem nos darmos conta, tocamos o tempo todo em tudo – no botão do ônibus, no corrimão do metrô, em portas públicas, no celular e no dinheiro. Uma quantidade enorme de germes, bactérias e vírus se instalam nas nossas mãos, e acabamos por transmiti-los ao nosso corpo quando coçamos os olhos, roemos as unhas, etc. Por isso, é importante lavar as mãos com frequência e de forma correta. O contato das mãos sujas com os olhos, por exemplo, pode transmitir conjuntivite, se você tocou no mesmo lugar que outra pessoa infectada.

 

5) Não andar descalço

Andar sem sapatos é correr o risco de ser contaminado por fungos, bactérias ou parasitas, podendo estes transmitir doenças como a micose, o bicho de pé e o bicho geográfico, que geram coceira e feridas nos pés. Andando com sapatos você também protege seus pés de cacos de vidro e pregos enferrujados, que podem transmitir tétano.

 

6) Escovar bem os dentes

A boca é uma porta de entrada para muitas doenças por ser um ambiente úmido pois a umidade é ideal para a proliferação de germes. Por este motivo, você deve cuidar sempre da sua higiene bucal, escovando bem seus dentes e passando fio dental diariamente – o que também tornará sua gengiva mais saudável, evitando sangramentos e mau hálito.

 

7) Manter roupas e calçados limpos

Como as bactérias e fungos adoram a umidade e a sujeira, devemos manter tudo sempre limpinho, inclusive roupas e calçados. A transpiração e as células mortas que cobrem a pele ficam nas roupas que usamos, por isso é importante as lavarmos com frequência – principalmente meias e roupas íntimas, que devem ser trocadas todos os dias. O mesmo vale para os calçados sujos e úmidos: limpe-os com frequência e areje-os o máximo possível.

 

8) Tomar banho

O banho é essencial para garantir uma boa saúde, pois a pele é uma barreira contra a entrada de micro-organismos e perde sua proteção quando o pH é modificado – essa modificação é causada pelo suor, oleosidade e células mortas, e poluentes ambientais. Por isso, o banho com água e sabonete é muito importante, mas tome cuidado para não esfregar demais a pele nem abusar do sabonete (se você tomar mais de um banho por dia), pois ele pode remover a proteção natural da sua pele.

 

9) Manter a casa limpa

A umidade, sujeira e poeira atraem micro-organismos, baratas e ratos. Mantenha sua casa sempre limpa, incluindo tapetes e carpetes que juntam pó, os causadores de alergias. Um chão sempre limpo não atrai insetos, assim como cortinas e sofás limpos não acumulam resíduos, o que atrai micro-organismos e baratas. Na cozinha, cuidado para não acumular farelos e restos de comida.

 

10) Cortar as unhas

Manter as unhas limpas e curtas significa ter uma boa higiene e saúde – elas podem guardar sujeiras, por isso você deve lavar bem as mãos, usando uma escovinha para limpar as unhas. As unhas também são bons indicadores da sua saúde: elas se tornam arqueadas em pessoas anêmicas, e ficam fracas e quebradiças se algo no corpo não vai bem. Roer as unhas é um péssimo hábito, facilitando inflamações na pele ao redor das unhas e dificultando o crescimento das mesmas. Sem contar o fato de que, roendo as suas unhas, você ingere todas as impurezas presentes nelas.

 


Sites parceiros