[the_ad_group id="16403"]
Filhos

Veja 7 dicas para aliviar as dores dos primeiros dentes do bebê

Por Redação Doutíssima 31/12/2013

Embora os primeiros dentes das crianças não sejam permanentes, eles são fundamentais para o desenvolvimento de mandíbula, gengiva saudável e hábitos de higiene dental. Acontece que o crescimento da primeira dentição muitas vezes é uma fase complicada, na qual os bebês sentem dor e desconforto. Por isso, é importante saber como atravessá-la.

 

Por que dói tanto?

Os primeiros dentinhos geralmente rompem a gengiva quando o bebê tem de seis a oito meses, começando com os frontais inferiores. A dentição fica completa geralmente por volta dos 2,5 anos, e permanece estável até os cinco ou seis anos, quando começam a ser substituídos pelos permanentes.

dentes-doutissima-shutterstock

Dentição em crianças começa a surgir entre os seis e oito meses de vida. Foto: Shutterstock

É importante saber que nem sempre é assim, já que vários genes podem afetar o desenvolvimento dos dentes no primeiro ano de vida. É o que indica uma pesquisa conjunta feita pelo Imperial College London, Universidade de Bristol e Universidade de Oulu. O estudo mostra que dentes de bebês com certas variantes genéticas podem aparecer mais tarde.

 

Como os primeiros que nascem começam a empurrar a gengiva, é possível a criança experimentar dor – vermelhidão, aumento de saliva, inquietação, irritabilidade e perda de apetite são outros sinais de que eles estão nascendo. Esse pode ser um momento difícil para todos, mas não dura para sempre e há várias maneiras simples e eficazes para gerir o desconforto.

 

Como controlar a dor nos primeiros dentes do bebê?

Caso seu filho já tenha apresentado sintomas de que a primeira dentição está vindo, é bom aprender a lidar com a situação. Confira 7 dicas que podem ajudar a aliviar a dor e o desconforto dos pequenos.

 

1. Toalhinha fria

 

Lave uma fralda de pano em água fria e coloque-a no freezer por cerca de 30 minutos. Ela ficará gelada e proporcionará grande alívio – e entretenimento – para os pequenos mordedores. Lave-a após o uso.

 

2. Dedos limpos

 

Morder os dedos limpos da mamãe ou do papai é capaz de fornecer pressão suficiente para conter inchaço das gengivas e traz alívio para os bebês.

 

3. Alimentos refrigerados

 

É possível aliviar gengivas inchadas com itens frios – ou seja, oferecer alimentos refrigerados pode trazer conforto ao bebê. Caso ele ainda não consiga mastigar, tente processá-los e permitir que o pequeno desfrute do sabor e frescor sem riscos de asfixia.

 

4. Massagear as gengivas doloridas

 

Esfregar a gengiva inchada do bebê com dedo limpo ou costas de uma colher fria é uma boa dica. Isso vai aplicar pressão suficiente para dar algum alívio temporário nas dores dessa área.

 

5. Limpar com gaze

 

Durante a dentição as gengivas estão sensíveis e a limpeza é capaz de aumentar a dor. Como a higienização é fundamental, tente substituir a escova por um pedaço de gaze macia.

 

6. Dê um afago

 

Não subestime o poder do carinho quando se trata de ajudar as crianças a lidar com a dor. Um pouco de amor, atenção e brincadeiras muitas vezes é tudo que elas precisam para passar por essa fase complicada.

 

7. Converse com seu médico

 

Caso a dor da dentição pareça extrema, considere um remedinho para aliviá-la. Fale com o seu médico antes de ir por esse caminho para que ele recomende a melhor fórmula para o seu filho.

 

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão DoutíssimaClique aqui para se cadastrar! 


[the_ad_group id="16349"]
[the_ad_group id="16404"]