Quando o assunto é educar crianças sempre surgem diversas polêmicas. Tem gente que diz que não quer ter filhos por conta das dificuldades encontradas hoje pra educar. Muitos pais afirmam que “pagaram a língua” por que diziam que seus filhos não fariam isso ou aquilo que viam os filhos dos outros fazer. Muitos dizem que ensinam, que educam, que falam mil vezes, que colocam de castigo e que mesmo assim não adianta. Será?

 

guria-ouvidos

Pais como espelho

As crianças são reflexos de seus pais e de suas estruturas familiares. Claro que quando crescem podem fazer suas próprias escolhas e decidir o que fazer com aquilo de bom ou ruim que receberam. Mas enquanto crianças o que elas fazem é espelhar seus cuidadores. Crianças sem limites normalmente refletem pais omissos no sentido de impor esses mesmos limites. Muitas crianças “pedem” limites e gostam daqueles que os colocam.

O fato é que, muitas vezes, nos casos em que pais se queixam de seus filhos desobedientes a questão é muito mais deles do que dos filhos. Na maioria das vezes as crianças chegam nas clínicas de psicologia como bode expiatório de seus pais, refletindo algum problema deles e/ou de terceiros. Por isso é muito importante, nesses casos, a terapia familiar. Aquela família toda precisa de ajuda, não somente a criança.

 

Falando francamente

Outro dia estava discutindo com alguns pais essa questão dos limites na educação das crianças. Alguns falaram sobre a diferença entre seus filhos e como as vezes uma coisa que funciona muito bem com um não funciona tão bem com outro. Falamos sobre a importância de conhecer bem os filhos e se relacionar de verdade com eles e, a partir daí, colocar limites e dar educação.

Difícil missão, mas não impossível. Educar não é fácil, mas é preciso. Crianças vivem aquilo que os adultos as ensinam. Por isso é tão importante dizer não, as vezes frustrar, fazer esperar quando necessário e permitir, até certo ponto, a falta. Pois assim não é a vida? Alguns autores em psicologia afirmam a importância da falta, que a partir dela a criança pode demandar e desenvolver a criatividade, acredito que os limites estão ligados a isso. Vivemos e aprendemos que nem tudo na vida é como queremos na hora que queremos, e é muito saudável quando começamos a aprender isso desde pequenos.


DEIXE UMA RESPOSTA