[the_ad_group id="16401"]
Clínica Geral > Saúde Mental

Conheça as causas da perda de apetite e da sede excessiva

Por Redação Doutíssima 07/01/2014

O nosso corpo funciona como se tivesse um reloginho interno: ele determina uma hora para cada ação que realizamos, como dormir, acordar, comer, beber e até ir ao banheiro. O copro humano adota um ritmo próprio com o passar dos anos. Por exemplo, se você não sentir fome nos horários em que você normalmente costuma comer, ou se estiver sentindo sede excessivamente (além do normal), isso é um sinal que o seu corpo envia para dizer que alguma coisa não vai bem. Não hesite em consultar um médico caso esses sintomas persistam por muito tempo.

 

09102012090438anorexia

 

Problemas emocionais

Algumas alterações físicas podem estar ligadas a fatores como estresse, tristeza contínua e depressão. Esses distúrbios mentais podem desconfigurar várias funções do corpo, como a diminuição do apetite. Na maioria dos casos, a perda de apetite está relacionada à depressão e aparece lentamente, ao contrário da perda de apetite causada por fatores físicos. A redução da vontade de comer vem acompanhada da perda de peso, dores de cabeça constantes e cansaço além do normal. A perda de apetite pode ser algo sério. Se você apresentar esse sintoma, consulte um médico.

 

Anorexia

A anorexia nervosa está diretamente ligada à perda de apetite e à sede excessiva. Esse transtorno alimentar tem como característica a fobia de engordar e a obsessão por evitar todo tipo de comida. O anoréxico, ao se olhar no espelho ou em fotos, se acha gordo, e por este motivo ele tenta não comer. Os adolescentes são os mais propensos a desenvolver esse tipo de distúrbio. A anorexia provoca, além da perda de apetite e sede em excesso, uma baixa na pressão arterial, insônia e alterações no ciclo menstrual.

 

Diabetes insipidus

A Diabetes Insipidus tem por sintoma a redução do apetite e a sensação constante de estar com sede. Essa doença é causada pelo mal funcionamento dos rins, que não conseguem conservar líquidos nem filtrar o sangue. Além dos sintomas acima citados, o Diabetes Insipidus induz o corpo a fabricar grandes quantidades de urina, o que faz com que o portador desta doença deva ir ao banheiro com muito mais frequência.

 

Sede em excesso

Quando comemos alimentos temperados ou quando praticamos esportes, é normal sentirmos sede. Assim como é normal sentirmos mais sede no verão, pois eliminamos maiores quantidades de água através do suor. O que não é normal é sentir sede constantemente, sem nenhuma causa externa específica. A sede excessiva pode ser causada pela chamada hipercalcemia, que ocorre quando o nível de cálcio no sangue sofre alterações. Este processo acontece quando o intestino absorve o cálcio excessivamente, sendo eliminado na urina.


[the_ad id="14710899"]
[the_ad id="14710899"]
[the_ad_group id="16404"]