[the_ad_group id="16403"]
Sexualidade

5 Perguntas e respostas sobre: O orgasmo feminino

Por Redação Doutíssima 08/01/2014

10779827-1

Atingir o orgasmo está totalmente relacionado a ter confiança e se soltar. Das preliminares à comunicação, aqui está o nosso guia do orgasmo para mulheres.

Como você sabe que está tendo um orgasmo?

Realização, satisfação, libertação…todo mundo experimenta o orgasmo de maneira diferente. Ele também pode variar em duração e intensidade cada vez que ocorre. O orgasmo difere de outras sensações pela onda de realização que a envolve, deixando-a com um sentimento de satisfação total.

Por que ele não acontece todas as vezes?

Você está no clima, dedica um bom tempo às preliminares, acumula sua tensão e depois…nada! É como se o seu corpo simplesmente não conseguisse chegar lá. O acúmulo de prazer algumas vezes também pode ser semelhante à sensação de dor, atrapalhando a sua satisfação. Por que isso acontece?

A falta de orgasmo muitas vezes é fruto de um receio de perder o controle e não ser capaz de deixar as coisas seguirem o seu curso natural. A necessidade de controle afeta o corpo e a mente, e também pode ser o resultado da autoconsciência na frente do seu parceiro. Aceite que se soltar é um elemento essencial de atingir o orgasmo e lembre-se que a confiança em si própria e no seu parceiro é fundamental para uma vida sexual satisfatória.

mulher-feliz

É um orgasmo clitoriano ou vaginal real?

A resposta a essa velha questão é que não importa que tipo de orgasmo você tem, desde que você tenha prazer com ele! O orgasmo feminino é acionado pelo clitóris, que não tem outra função biológica. As mulheres que atingem o orgasmo clitoriano, mas não sentem qualquer sensação particular de prazer com a penetração não são anorgásticas e certamente não são frígidas. Há muitas maneiras de uma mulher ser estimulada. Seus sentimentos em relação ao seu parceiro muitas vezes também são uma parte essencial da excitação sexual.

Ao contrário do clitóris, a vagina não tem uma estrutura específica que é projetada puramente para provocar o orgasmo. O que acontece é que o clitóris algumas vezes é estimulado durante a penetração, ou manualmente, ou como um resultado de estimulação vaginal, dependendo da posição. Os movimentos durante o coito podem aumentar a excitação em ondas, e contribuem para a sensação de estar em harmonia com o seu parceiro. Algumas mulheres também consideram os movimentos de penetração sexualmente prazerosos.

Como encontrar o seu orgasmo

A masturbação é a única maneira de encontrar o ‘seu’ orgasmo. Estimular diferentes zonas erógenas, como as suas, muitas vezes também ajuda. Você precisa se permitir a explorar o prazer sexual livremente. Essa busca muitas vezes leva tempo. Não se apresse: dê tempo a si mesma para experimentar diferentes formas de se tocar para ver o que funciona. O prazer muitas vezes surge naturalmente, mas você só pode se livrar de suas inibições abrindo-se para a estimulação física. Após encontrar o seu orgasmo sozinha, será muito mais fácil orientar o seu parceiro e atingir o orgasmo quando vocês estiverem juntos. O orgasmo sem penetração vaginal é algo delicado, e se tornará mais intenso com o passar do tempo.

E o papel do seu parceiro?

É importante para vocês dois que o seu parceiro não se apresse demais para atingir o orgasmo. As mulheres precisam de mais tempo para sentir as sensações da excitação sexual, e a ejaculação precoce impedirá que ambos desfrutem o sexo. Os homens também podem se sentir desestimulados se sentirem que suas parceiras realmente não estão a fim, e isso pode até mesmo interromper o ato sexual. A comunicação é fundamental para se certificar de que você está em sintonia com o outro.

 


[the_ad_group id="16349"]
[the_ad_group id="16404"]