Nutrição

Veja hábitos que ajudam na eficácia da dieta para perder peso

Por Redação Doutíssima 09/01/2014

Fazer dieta por um tempo determinado ajuda a perder peso. Mas não mudar os hábitos antes, durante e depois de atingir a sua meta não vai colaborar com a manutenção. Manter os quilinhos extras longe tem muita a ver com a sua rotina e algumas ações do dia a dia.

Perder peso e controlá-lo tem muito a ver com pequenas mudanças com as quais você consiga conviver pra sempre. Mudar tudo de uma hora pra outra faz com que as trocas sejam inconsistentes, e logo você volta para o jeito velho de fazer as coisas.

perder peso - doutissima - iStock

Para perder peso e manter a boa forma é preciso mudar hábitos. Foto: iStock, Getty Images

10 hábitos para perder peso

1. Avalie a sua relação com a comida

Fazer dieta e não aprender a comer de forma saudável não vai colaborar. Você precisa conhecer seus erros e ter a capacidade de avaliar se a sua alimentação faz bem ou não.

2. Planeje as refeições com antecedência

Esse cuidado evita comer qualquer coisa que surgir na sua frente. Ter refeições ou lanches saudáveis prontos, mesmo que congelados, é uma garantia de que você não vai escorregar na dieta.

3. Coma devagar e somente até se sentir satisfeito

Quando a fome é grande, a vontade de comer faz com que você devore a comida sem pensar e a resposta do organismo, avisando que já chega, demora para ser enviada. Diminuir o ritmo melhora a capacidade de percepção dos sinais de que o corpo já está nutrido.

4. Tenha horários fixos para as refeições e lanches

Ao determinar horários fixos para as refeições você evita comer por impulso.

5. Crie um ambiente ideal para as refeições

Sentar-se à mesa para o café da manhã, almoço e jantar faz com que você aproveite melhor os momentos de se alimentar.

6. Não traga as panelas para a mesa

Monte seu prato com a refeição e deixe os alimentos no fogão ou na pia. Deixar a comida na sua frente, ao alcance do braço cria mais oportunidade para comer em excesso.

7. Saboreie os alimentos e mastigue-os bem

Largar os talheres na mesa a cada “bocada” contribui para comer mais devagar e aproveitar melhor o aroma e a textura de cada tipo de comida no seu prato.

8. Escove os dentes logo após as refeições

Isso ajuda a diminuir a vontade de comer doces ou a tentação de logo fazer um lanchinho. Essa estratégia ainda contribui para que o corpo entenda que, por hora, está alimentado.

9. Leve seus lanches a sério

Isso quer dizer que mesmo nos intervalos no meio da manhã e durante a tarde, o que você come deve englobar todos os macronutrientes (carboidratos, proteínas e gorduras) porém em menor quantidade.

10. Nunca esqueça do café da manhã

Essa é a refeição mais importante do dia e é o combustível que dá a partida no metabolismo do seu organismo. Esperar até o almoço faz seu corpo trabalhar de forma mais lenta e deixa você com mais fome ainda para a refeição.

Faça a sua dieta

Além de mudar os hábitos, é preciso seguir uma alimentação equilibrada. Mas aquele plano alimentar que você encontrou na internet pode não ser ideal pra você. A ajuda de um nutricionista é essencial.

Basta entender que pessoas diferentes tem rotinas, atividades, hábitos e tipos físicos variados para compreender que a mesma dieta não funciona para todos. Mas a Universidade de Stanford resolveu recrutar 600 participantes para entender melhor essas diferenças.

Enquanto os resultados finais ainda não foram publicados, parciais indicam que a genética influencia nas diferentes reações do organismo com a comida. Por isso é fundamental que um nutricionista desenvolva uma reeducação alimentar personalizada para cada indivíduo e avalie se os resultados são satisfatórios ou não.

 

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão DoutíssimaClique aqui para se cadastrar! 

 

É fã do Doutíssima? Acompanhe o nosso conteúdo pelo Instagram!


Sites parceiros