[the_ad_group id="16401"]
Especialidades

Gastrite: como identificar os sintomas

Por Redação Doutíssima 10/01/2014

O que é gastrite?

 

gastrite

Foto: Shutterstock

 

 

A gastrite nada mais é do que uma inflamação da mucosa do estômago e deve ser descrita de acordo com critérios histológicos, ou seja, mesmo que o seu diagnóstico seja sugerido por sinais ou sintomas clínicos, radiológicos ou mesmo endoscópicos, a confirmação final só deve ser feita através do exame microscópico. O que acontece muitas vezes é que durante uma endoscopia os sinais são tão exuberantes que o exame histológico (biópsia) é dispensado para uma segunda etapa de controle do tratamento.

 

Na verdade, gastrite é um termo usado para descrever um grupo de condições que tem em comum a inflamação do estômago, frequentemente resultado da infecção pela mesma bactéria que causa a úlcera no estômago – o Helicobacter Pylori.

 

Ela pode ser causada por abuso do álcool, cigarro, má alimentação, estresse, ansiedade, nervosismo, presença da H. Pylori no estômago e uso de medicamentos, como os anti-inflamatórios.

 

Saber identificar os sinais e sintomas de gastrite, assim como descobrir as suas causas, é importante para iniciar prontamente o tratamento e, desta forma, evitar as complicações que a doença pode trazer.

 

Sintomas da gastrite

 

Os sinais que ajudam a identificar a gastrite são:

 

– Dor de cabeça

– Enjoo

– Indigestão

– Gases

– Desconforto na região abdominal

– Dor na região abdominal superior

– Falta de apetite

– Arrotos

– Vômito ou ânsia de vômito.

 

Geralmente, os sintomas aparecem após as refeições e podem persistir durante horas. No caso da gastrite nervosa, os sintomas se manifestam, especiamente, quando o indivíduo enfrenta situações de estresse e ansiedade. Já os sintomas de uma gastrite leve são: dor no estômago após comer algo, especialmente se for picante, gorduroso, refrigerante ou bebida alcoólica.

 

Para diagnosticar a gastrite, o médico deverá solicitar o exame de endoscopia digestiva, a fim de observar a presença de inflamação e, até mesmo, de feridas no estômago. Essa doença pode ter inúmeras causas, mas, quando é devidamente tratada, as chances de cura são grandes.

 

Tratamento

 

O tratamento para gastrite pode ser feito com o uso de um protetor gástrico, ou de um supressor do suco gástrico, como o Omeprazol, de 20 a 40 mg por dia, enquanto durar o tratamento.

 

Uma dieta especial, pobre em vegetais crus, alimentos ácidos, gordurosos, picantes e que fermentam no estômago, como os bolos e pães é aconselhada para gastrite e úlcera.

 

Outro tratamento possível é o uso de antibióticos por 7, 10 ou 14 dias, para eliminação da bactéria H. Pylori.

 

Se você procura um tratamento natural para curar a gastrite, o ideal é tomar diariamente o chá ou as cápsulas de espinheira santa. Ou então tomar suco da batata crua. Basta ralar a batata e espremê-la ou passá-la na centrífuga, tomando o seu suco logo a seguir, sempre pela manhã.

 

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão DoutíssimaClique aqui para se cadastrar!


[the_ad id="14710899"]
[the_ad id="14710899"]
[the_ad_group id="16404"]