[the_ad_group id="16401"]
Guia dos Dentes

Arcada dentária: entenda por que ela é importante para sua identificação

Por Redação Doutíssima 15/01/2014

U.S. actor Walker presents a creation from Colcci's 2013/2014 summer collection during Sao Paulo
Para os grandes fãs da sequência de filmes de corridas de carros: velozes e furiosos, foi um choque a morte do ator Paul Walker e maior choque ainda, essa morte ter ocorrido quando ele estava em um super carro, teoricamente, em alta velocidade, e acompanhado do seu sócio, na vida real, Roger Rodas. O que poucos sabem é que esse tipo de acidente acontece diariamente por todo o mundo e assim como no caso em questão, os corpos ficam muito queimados e impossíveis de ser reconhecidos. Nesse momento entre em ação o dentista e o médico legista que conseguem reconhecer pessoas a partir de pedaços de ossos. Graças a identificação da arcada dentária, o legista teve condições de identificar os restos mortais de Paul Walker e seu sócio, para poder lhes dar o enterro digno.

paul-2
“Odontologia Legal, também conhecida como odontologia forense é uma (sub)especialidade dentro da área odontológica que incide sobre a aplicação do conhecimento odontológico na prática das questões jurídicas.

O aspecto mais famoso da odontologia forense é provavelmente o uso de registros dentários na identificação de restos humanos, mas há uma série de outras aplicações para esta especialidade médica e jurídica.

A história da odontologia forense remonta ao final de 1800. Em meados do século 19, vários casos de crimes de grande dificuldade, foram resolvidos com o auxílio de fatores dentários o que trouxe a atenção do público e foi com isso que a área da odontologia forense começou a se expandir com mais força.

paul-4

O que faz um dentista forense?

  • Podem usar registros dentários para identificar ou confirmar a identificação de um corpo
  • Comparar marcas de mordidas para saber mais sobre quem cometeu um crime
  • Podem ser chamados a depor sobre a evidência de trauma na região da boca, em casos de abuso ou ações judiciais sobre acidentes
  • Podem testemunhar sobre casos de indivíduos que trocam a posição dos dentes para não serem reconhecidos
  • São geralmente chamados para qualquer caso em que os restos humanos não identificados estão presentes

Mesmo que o dentista não possa resolver o caso com as evidências disponíveis de registros dentários existentes de alguém, ele ou ela pode fornecer pistas importantes para a identidade, o que pode ajudar os pesquisadores a identificar o corpo.

Os super-poderes do dentista forense:

  • Fazer estimativas sobre a idade
  • Descobrir tudo sobre a classe socioeconômica
  • Saber mais sobre a história
  • Somando-se a isso as evidências de outros examinadores forenses, como antropólogos forenses, os investigadores podem aumentar as possibilidades de identidade e achar o suspeito ou identificar a vítima

paul-3

Além de trabalhar nas investigações em curso e testemunhar em tribunal, os dentistas forenses também fazem parte das equipes de resposta que chegam à cena quando fatalidades em massa ocorrem.

Eles trabalham para identificar os corpos, para que possam ser devolvidos às suas famílias, geralmente trabalham lado a lado com os profissionais forenses e casa mortuária. Dentistas forenses também podem estar envolvidos na investigação de valas comuns, e na investigação sobre antigos cemitérios para saber mais sobre as sociedades humanas anteriores.”

Precisamos e muito desses profissionais que dedicam suas vidas a descobrir o que ninguém mais pode e usam de suas habilidades e de seus conhecimentos para tornar a dor de muitos menos forte.


[the_ad id="14710899"]
[the_ad id="14710899"]
[the_ad_group id="16404"]