[the_ad_group id="16403"]
Clínica Geral

Como prevenir a infecção vaginal

Por Redação Doutíssima 15/01/2014

candidiase

O corrimento vaginal é um problema por vezes constrangedor e doloroso. Além disso, muitas vezes é difícil para as mulheres de entender o que é normal é o que poderia ser uma infecção vaginal. Neste artigo, você vai encontrar algumas dicas para ajudá-la a evitar infecçỗes vaginais, mas também a reconhecer os sintomas, a fim de tratá-los a tempo.

 Como prevenir a infecção vaginal

 

1) Entenda que a vagina é um órgão auto-limpante. Os corrimentos são, portanto, normais, pois eles fazem parte desse processo.

 

2) A maioria das mulheres têm, durante as suas vidas, certas quantidades de corrimento que são visíveis em suas roupas íntimas.

 

3) Algumas mulheres produzem mais segreção do que outras.

 

4) Os corrimentos são geralmente maiores quando a mulher ainda é jovem. Com a idade, o corrimento tende a diminuir gradualmente. Muitas mulheres têm problemas de ressecamento vaginal com o passar dos anos, principalmente durante a menopausa.

 

5) Manter a área vaginal limpa e seca ajuda a minimizar os riscos de infecção vaginal. No entanto, lavar a região com muita frequência pode ser muito agressivo, além de causar irritações que podem se transformar em infecções.

 

6) Depois de usar o banheiro, limpe-se com o papel higiênico de frente para trás e nunca na direção oposta. Se limpar de trás para frente pode fazer com que as bactérias presentes no ânus venham parar na vagina e na uretra, o que pode causar várias infecções vaginais.

 

7) Se seus corrimentos parecem incomuns na textura ou na cor, ou então se eles têm um odor estranho e irritantes, consulte um médico.

 

Corrimentos anormais podem ter as seguintes características: corrimentos brancos e um pouco granulados e espessos; corrimentos espessos e amarelados; corrimentos esverdeados com odor de peixe ou corrimentos muito líquidos. Consulte seu médico se você teve um destes sintomas.

Mantenha-se hidratada. A vagina, como o resto do corpo, pode se desidratar e isto pode causar odores e quantidades de corrimento diferentes. Quando você está desidratada, você fica mais suscetível a uma infecção urinária que pode se transformar em infecção vaginal, ou vice-versa.

Tente não utilizar calcinhas muito apertadas, pois isto produz mais calor, umidade e atrito. Evite também de usar um biquini molhado por longas horas, principalmente se estiver calor.

Tente utilizar calcinhas de algodão. Os tecidos sintéticos podem irritar a vagina, pois eles retêm o calor e a umidade. Se preferir utilizar tecidos sintéticos, procure trocar de lingerie durante o dia. E, de preferência, não durma de calcinha.

Se você utiliza calcinha fio dental, atenção! O atrito do ânus e da vagina pode causar infecções. Se você deseja mesmo assim continuar usando este tipo de calcinha, procure utilizar absorventes diários adaptados ao formato da calcinha, trocando de absorvente várias vezes por dia para manter a região seca.

Lave suas lingeries com água quente para eliminar as bactérias. Prefira também não utilizar amaciantes, pois eles podem causar alergias.

Saiba mais:

Dossiê completo sobre a higiene íntima feminina

Problemas para fazer xixi?

Como prevenir a infecção vaginal

Higiene íntima: usar ou não usar lenços umedecidos?

Higiene íntima: os médicos dizem não à ducha vaginal

Regras fundamentais para uma boa higiene íntima


[the_ad_group id="16349"]
[the_ad_group id="16404"]