O ser humano é um ser relacional. Uma das coisas que nos difere dos outros animais, além de muitas outras, é que podemos nos comunicar e nos expressar através da fala. Podemos verbalizar nossos desejos e sentimentos. Quando bebês isso ainda não é possível e o fazemos através do choro ou outras expressões que nos ajudam a expressar nosso incômodo. Conforme vamos crescendo, vamos aprendendo a falar e nos comunicar. Só que isso nem sempre é tão simples ou tão fácil.

 

Foto: Shutterstock
Foto: Shutterstock

 

Dialogar é preciso?

O diálogo é uma forma que podemos lançar mão em nossas relações. Falando assim parece simples, comum e fácil. Mas na prática do dia a dia em nossas relações nem sempre o diálogo é algo fácil de ser estabelecido e acabamos nos comunicando e/ou expressando nossos sentimentos através de atitudes ou qualquer outra maneira. Nem sempre aprendemos a conversar e nem sempre sabemos que a conversa entre duas ou mais pessoas pode ser a solução de muitos conflitos.

Ainda mais hoje em dia, diante de tanta facilidade das redes virtuais, que afetam nossas relações, o diálogo face a face é cada vez mais incomum. Muitos usam os facebooks da vida para expressar seus desafetos (e/ou afetos) e os conflitos e problemas relacionais podem estar cada vez maiores, pois a comunicação interpessoal entre nós está cada vez pior.

 

E qual a solução? O que podemos fazer?

Insisto que quando se trata de relacionamento entre seres humanos a melhor pedida é sempre o diálogo, a conversa, a expressão de sentimentos e outros através da fala clara e sincera. Lembro de uma professora na época da graduação, que falava que enquanto estamos tentando conversar, seja brigando, seja estabelecendo diálogos, estamos tentando nos relacionar com determinada pessoa. Pois, quando paramos, seja de falar, de brigar, de expressar, isso pode significar que não queremos mais aquela relação, que desistimos daquela pessoa.

Já atendi uma pessoa que dizia que não expressava seus sentimentos e desejos com palavras, que expressava com atitudes e que as pessoas tinham que ler e entender suas expressões. O que acontecia é que muitas das vezes as pessoas não entendiam e isso abria espaço para muitos conflitos e dificuldades relacionais. Insisto realmente que quando queremos um relacionamento com determinada pessoa, o diálogo é o melhor caminho. A expressão clara e honesta de nossos desejos e sentimentos, claro que com cautela e certo bom senso, pode nos ajudar, e muito, a nos relacionar e a estabelecer relações mais saudáveis. E se não conseguimos sozinhos, ajuda profissional pode ser muito bem vinda.


DEIXE UMA RESPOSTA