[the_ad_group id="16401"]
Guia dos Dentes

Atendimento odontológico pediátrico: pacientes oncológicos

Por Redação Doutíssima 20/01/2014

chi-2

Esse é um assunto que me sensibiliza muito e que precisa ser melhor tratado no Brasil. Os pacientes pediátricos, em suas várias idades, precisam de um profissional da área da odontologia em sua equipe multidisciplinar. Isso é obrigatório e importantíssimo. Paciente que precisam de terapias anti-neoplásicas são submetidos a procedimentos desconfortáveis e dolorosos com efeitos colaterais extremamente comprometedores e alguns deles são as repercussões na cavidade bucal. Se nós tivermos as ferramentes necessárias para dar mais conforto no atendimento odontológico desses pacientes e somado a isso tivermos os meios para aplicarmos essas ferramentas, teremos a certeza de ajudar esses pacientes a ter uma vida melhor na espera da cura do câncer.

“Vários estudos afirmam que alguns episódios sépticos em pacientes neutropênicos estão relacionados com a microbiota da cavidade bucal e que a intervenção odontológica precoce diminui a freqüência e a severidade das complicações bucais decorrentes da terapia antineoplásica.”

cancerr-4

É comprovado cientificamente que vários problemas bucais são graves e responsáveis por comprometer de forma severa a vida dos pacientes acometidos e isso se intensifica em casos de pacientes com doenças sistêmicas graves como a AIDS ou os pacientes pediátricos que estão em tratamento com radioterapia ou quimioterapia.

cancerr-1

Esses pacientes são acometidos pelos mais variados problemas bucais e para que você tenha uma ideia, o dentista irá focar o tratamento em problemas como:

– Tratar cáries diversas.

– Tratar restaurações extensas que possam causar problemas.

– Tratar dentes muito comprometidos com indicação de exodontia.

– Tratar com urgência problemas periodontais.

– Cuidados com paciente com risco de infecção ou hemorragia acima do padrão. Pacientes trombocitopênicos, neutropênico ou imunossuprimidos.

– Tratar feridas bucais que são frequentes e múltiplas.

cancerr-2

O dentista que trata esses pacientes precisa estar capacitado para as individualidades do caso. São pacientes que podem ser atendidos de forma laboratorial ou em critérios de urgência e com estrutura mais completa para problemas como aplicação de medicamentos de urgência, utilização de anestesias e possíveis reações adversas, dentre outros.

São vários os pacientes que precisam de um dentista capacitado para fazer o tratamento de forma mais completa e segura. Pacientes, principalmente pediátricos, que precisam de tratamentos anti-neoplásicos, são pacientes que precisam de um dentista diretamente ligado à equipe que faz o tratamento. O recomendado seria o dentista tratar o máximo possível ou em totalidade, todo o necessário, antes que comece o tratamento contra o câncer e quando as terapias anti-neoplásicas começarem, o paciente estará com a cavidade bucal livre de possíveis complicações.

 

 

 


[the_ad id="14710899"]
[the_ad id="14710899"]
[the_ad_group id="16404"]