Especialidades

Fisioterapia para o tratamento da escoliose

Por Mayara Pinheiro 23/01/2014

fisioterapia para escoliose

Muitos leitores e seguidores reclamam de problemas na coluna, por isso hoje venho falar sobre um desvio na coluna, que muitos já devem ter ouvido falar, a famosa: escoliose.

O que é escoliose?

escolioseescoliose

A coluna vertebral vista por trás deve ser reta, alinhada. A escoliose é uma deformação morfológica da coluna vertebral nos três planos do espaço. Assim, a coluna realmente se torce, não somente para os lados, mas para frente e para trás e em volta do seu próprio eixo. Essa torção em maiores graus determina a gravidade da escoliose e a forma de ser tratada.

Classificação da escoliose quanto a forma da curva: curva simples, sendo esta à direita ou à esquerda (escoliose em “C”); Curva dupla, (escoliose em “S”). Lembrando que a direção da curva é sempre identificada pela convexidade da coluna.

Classificação das curvaturas escolióticas, podendo estas serem: cervicotorácicas, torácicas, toracolombares, lombares e lombossacrais.

Relacionando o grau da angulação da escoliose e o tratamento correspondente, temos:

1)0 à 10 graus: não há necessidade de tratamento fisioterápico.

2)10 à 20 graus: há necessidade de tratamento fisioterápico.

3)20 à 30 graus: tratamento fisioterápico e uso de colete ortopédico ou de Milwakee.

4)30 à 40 graus: uso do colete ortopédico ou Milwakee.

5)40 à 50 graus: somente tratamento cirurgico.

Quais são as causas da escoliose?

  • Idiopática : causa desconhecida (80% dos casos)
  • Neuromuscular : seqüela de doenças neurológicas, como por exemplo poliomielite, paralisia cerebral.
  • Congênita : oriunda de uma má-formação
  • Pós-traumática

As alterações posturais, geralmente, desenvolvem-se na infância e adolescência e quando não tratadas precocemente pode evoluir e se instalar definitivamente nas estruturas da coluna.

Diagnóstico

O diagnóstico é feito através de testes clínicos e de radiografias. Em todos os casos de escoliose, é importante o diagnóstico precoce e a avaliação clínica completa e radiológica do paciente. A avaliação postural faz parte da avaliação clínica, sendo de fundamental importância para o diagnóstico. Nela, o examinador compara os dois hemicorpos do indivíduo nas vistas anterior, posterior e lateral, observando possíveis diferenças e assimetrias. O controle da evolução sistemática é a forma de minimizar os danos dessa patologia que, quando não tratada corretamente, pode causar danos irreparáveis.

Tratamento

O tratamento da escoliose baseia-se, dentre outros fatores, na idade, na flexibilidade, na gravidade da curva e na sua etiologia, compreendendo a correção das deformidades, após analisar todos os fatores, o tratamento pode ser:

  • Cirúrgico: em caso de muitas dores e incapacidade respiratórias.
  • Conservador: que inclui basicamente a fisioterapia e utilização de coletes, adaptação de palmilhas posturais que incrementam a eficácia e o tempo do tratamento. A fisioterapia utiliza-se dos benefícios da R.P.G. ou Reeducação Postural Global, como método que corrige ou minimiza a escoliose através da identificação da causa do problema.

Ou seja, basicamente o tratamento da escoliose é feito através de:

– Alongamentos;

rpg-49

– Eletroterapia (ondas curtas e gelo para alívio da dor);

– Massagens e manipulação da coluna vertebral;

P5250724

– Tratamento por reeducação (RPG- Reeducação Postural Global);

– Exercícios ativos de equilíbrio e respiratórios;

– Exercícios abdominais para fortalecimento e respiratórios;

– Aparelhos externos (Tração);

– Correção passiva: colete e aparelhos gessados;

– Correção cinética: colete de Milwaukee (foto abaixo);

20n3a28f2

Após tratada adequadamente  o fisioterapeuta irá determinar como o  paciente deverá manter  as atividades físicas, como por exemplo, o Pilates.

A escoliose deve ser tratada o quanto antes desde que seja avaliada e diagnosticada precocemente lembrando que a mesma não deve interferir na capacidade funcional do indivíduo principalmente de criança.

images-2 10-10-44-547


Sites parceiros