Guia dos Dentes

Higiene bucal infantil como prevenção contra a cárie

Por Dra. Luciana R. Silveira das Neves 13/02/2014

Uma doença transmissível que pode ser evitada por meio de atitudes simples, como uma boa alimentação e a higiene bucal infantil e adulta

 

higiene bucal infantil

Embora muitos ainda não saibam, a cárie é a doença infecciosa de maior incidência na espécie humana, o que a transforma em um problema de saúde pública em nível mundial. É importante incentivar o cuidado com os dentes desde a infância, pois o hábito de uma boa higiene bucal infantil poderá refletir na vida adulta.
Em resumo, a cárie é uma doença transmissível aos tecidos calcificados dos dentes, que resulta em uma perda localizada dos tecidos duros. Ela se desenvolve a partir de diversas situações, mas principalmente devido a três fatores determinantes: o hospedeiro (saliva, dentes e sistema imunológico), microbiota (conjunto de micro-organismos que se encontram associados aos tecidos dos dentes) e a frequência da dieta adotada pela pessoa.
A cárie é uma doença localizada, decorrente da atividade bacteriana (streptococcus mutans), em especial o S.mutans e o S. sobrinus, que podem ser encontrados na placa dental (placa bacteriana). Esses micro-organismos são transmitidos pelo contato salivar entre humanos, se espalhando por toda a superfície dental.

Além da higiene bucal infantil

 

higiene bucal infantil

Algumas atitudes simples também podem contribuir para evitar o aparecimento de cáries nas crianças. O ato de assoprar alimentos tentando esfriá-los para as crianças, por exemplo, é totalmente errado, uma vez que gotículas salivares podem contaminar esse alimento e levar a criança a desenvolver estas bactérias.
Outra dica importante: o hábito não raro de mães e pais que beijam as crianças nos lábios também pode transmitir bactérias que geram cárie. Portanto, a atenção e o cuidado com a higiene bucal infantil devem ser redobrados.
Vale a pena ressaltar que nada disso substitui hábitos simples para a higiene bucal infantil e adulta, especialmente por meio da escovação diária, a qual deve ser realizada diariamente sempre após as refeições. O fio dental também deve ser usado, principalmente à noite, antes de se deitar.
Desde que a placa bacteriana esteja controlada e a dieta balanceada, a flora bucal permanece também em equilíbrio, o que leva à uma boa saúde bucal. Mantendo-se saudável, a saliva desempenha funções protetoras para os dentes, já que possui características em sua composição que neutralizam os ácidos causadores da chamada “desmineralização”, agindo ativamente contra a cárie.
Uma dica adicional: o consumo de frutas como a maçã, a pera e cenouras cruas contribui para a higiene bucal infantil e adulta, além de auxiliar também no fluxo salivar, por conter muita água em sua composição. Seguindo essas dicas e consultando o cirurgião-dentista sempre, sua saúde bucal estará sempre em dia.

 

Saiba mais:

Higiene bucal com aparelho ortodôntico

Higiene bucal de A a Z

Mito ou verdade: beber chá previne cáries

Proteja-se das cáries

5 dicas para manter a saúde bucal durante a gestação

Jogos: ensinar saúde bucal para crianças e adolescentes

Hábitos prejudiciais para a saúde bucal


Sites parceiros