[the_ad_group id="16401"]
Especialidades

Alergia respiratória: sintomas, causas e tratamento

Por Redação Doutíssima 15/02/2014

alergia respiratória

A alergia respiratória, por ser tão comum, é algo que muitas pessoas sofrem ou conhecem algum parente ou amigo que tenha esse tipo de doença.

A asma, rinite e sinusite são exemplos de alergias respiratórias.  A rinite é uma doença crônica que afeta em torno de 10% dos adultos e até 20% das crianças em escala mundial, de acordo com dados da Organização Mundial da Saúde. No Brasil, Calcula-se que cerca de 10% da população apresenta sintomas de asma e quase 30% de rinite.

Mas afinal, o que causa essas reações alérgicas do sistema respiratório? Quais os sintomas? E como prevenir estas crises tão incômodas? Veremos logo a seguir

Alergia respiratória: Principais sintomas

rinite e a asma são as alergias respiratórias mais comuns. Embora a rinite tenha sintomas semelhantes aos de um constipação, não provoca febre, nem é infecciosa, sendo habitual: comichão no nariz, corrimento nasal e espirros. Na asma, os sintomas mais comuns são dificuldade a respirar, tosse e um chiado no peito.

Os sintomas podem ocorrer isolados ou combinados entre eles:

– Espirros;

– Corrimento nasal;

– Comichão nos olhos/nariz/garganta e muitas vezes na pele;

– Lacrimejo;

– Congestão nasal;

– Sinusite;

– Dor de cabeça (cefaleia);

– Tosse.

Os causadores

alergia respiratóriaA alergia respiratória é causada por componentes ambientais inalados, os chamados aeroalérgenos (alérgenos suspensos no ar), ou seja, a poeira que fica suspensa no ar e que contém uma série de alérgenos.

Os mais comuns são: os ácaros , mofo (fungos do ar), partículas liberadas da saliva dos gatos, pelos de animais e pólens de plantas domésticas ou externas.

Esses alérgenos usualmente afetam o sistema respiratório causando espirros, coriza, obstrução nasal, coceira nos olhos, lacrimejamento e até falta de ar. A rinite alérgica e a asma, como já dissemos, são as principais doenças da alergia respiratória.

Dentre estes alérgenos do ar, os ácaros são os piores causadores das alergias e também os que mais convivem perto de nós.

Como prevenir a alergia respiratória

É praticamente impossível evitar o contato com os alérgenos da poeira, principalmente com os ácaros. Entretanto, existem maneiras que reduzem o seu número e dessa forma diminuem os problemas da sua alergia.

 

  • Promova uma limpeza eficaz dos carpetes do quarto de dormir com produtos com acaricida;
  • Encape todos os travesseiros, colchões e almofadas com capas antiácaros, que não permitem o contato dos ácaros com as pessoas;
  • Aspire a casa frequentemente com aspiradores com filtro de água;
  • Assegure que sua casa seja ventilada e ensolarada, mantendo a umidade baixa;
  • Orienta-se aos pais pararem de fumar dentro da casa ou próximo das crianças ou pessoas alérgicas.

 

Quando uma pessoa se torna sensível aos alérgenos e desenvolve uma doença crônica como a rinite e a asma, dificilmente encontrará a cura efetiva para, mas o controle destas doenças é possível e a prevenção do contato dos alérgenos é o melhor remédio para o controle das reações.

 Saiba Mais

Atchim!! O número de pessoas com alergias triplicou nos últimos 40 anos

Conheça as causas da rinite alérgica

Rinite: Saiba como evitar reações alérgicas dentro de casa

Sinusite alérgica: Sintomas, causas e tratamento

Mito ou verdade: ter animais domésticos diminui risco de alergia

Alergia nos olhos: entenda porque acontece

Como saber se você tem alergia?


[the_ad id="14710899"]
[the_ad id="14710899"]
[the_ad_group id="16404"]