Vitaminas

Carência de vitamina A: sintomas, causas e tratamento

Por Redação Doutíssima 17/02/2014

A vitamina A é uma substância que garante uma boa visão e um ideal crescimento dos tecidos no corpo humano. Se nosso organismo apresenta uma carência de vitamina A, estamos correndo o risco de desenvolver um processo chamado xeroftalmia (olho seco ou ceratoconjuntivite seca), doença que causa alterações na produção ou composição de lágrimas, tornando secas também a pele e a córnea, e provocando manchinhas brancas na esclerótica – as chamadas manchas de Bitot. Em casos mais sérios, a xeroftalmia pode acarretar numa ulceração e necrose da córnea.

vitamina A

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Olho de um paciente apresentando manchas de Bitot
 

Sintomas

A cegueira noturna é o primeiro sintoma a aparecer em casos de deficiência de vitamina A. Pode acontecer também alterações no tecido epitelial, dificuldade do corpo na realização da cicatrização e perda do paladar. Se o quadro piorar, pode ocorrer prejuízo parcial ou completo da visão.

 

Causas da deficiência de vitamina A

As principais causas da deficiência de vitamina A são: desnutrição ou carência alimentar – principalmente carência de alimentos de origem animal, síndrome de má absorção, ingestão excessiva de álcool e de laxantes a base de óleo mineral (isto ocorre pois a a vitamina A se dissolve quando entra em contato com gorduras). O leite materno é rico em vitamina A, por isso a amamentação é tão importante para os recém nascidos. Os bebês que não passam pelo período de amamentação correm sérios riscos de desenvolver deficiências de vitamina A. Por outro lado, a mulher grávida ou lactante deve prestar atenção nos seus níveis de de vitamina A, pois se ela apresentar uma carência da mesma, provavelmente o bebê também apresentará carências da vitamina. Em casos onde a pessoa apresenta uma má absorção desta vitamina, ela pode desenvolver uma deficiência da mesma. Esta má absorção pode ter vários motivos, como doença celíaca, fibrose cística, icterícia obstrutiva, cirrose, giardíase, ou utilização excessiva de óleo mineral como laxante.

 

Tratamento

vitamina A

Quando os sinais iniciais da carência de vitamina A começarem a aparecer, o paciente pode curar-se seguindo um tratamento médico, que consiste em tomar doses diárias da vitamina durante sete dias. Caso o paciente apresente danos na córnea, as doses da vitamina a serem tomadas serão administradas pelo médico variando com o peso do paciente. Porém, as doses da vitamina devem ser cuidadosamente calculadas, pois a vitamina A, quando ingerida em excesso, pode ser tóxica ao organismo.

 

Recomendações

vitamina A

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O mais recomendado é manter uma alimentação saudável e equilibrada, o que permite um organismo saudável. Por isso, inclua alimentos ricos em vitamina A em suas refeições, como a cenoura, abóbora, pimentão vermelho e amarelo, pêssegos, mamão, manga – entre outros legumes e frutas alaranjados ou vermelhos – ou também alimentos verde-escuros, como o brócolis, espinafre, escarola e salsa. Além destes, alguns alimentos de origem animal como leite, laticínios e a gema de ovo também são grandes fontes dessa vitamina.

 

Saiba mais:

8 Alimentos ricos em vitamina D

Descubra os sintomas da falta de Vitamina B12 no seu corpo

Vitaminas e suplementos: 10 Perigos que podem surpreendê-lo

15 vitaminas e minerais vitais para sua saúde

Confira os benefícios do óleo de vitamina E para a pele

6 Benefícios da vitamina C para a saúde

Fontes naturais de vitaminas A, C e D!


Sites parceiros