Clínica Geral

Urticária colinérgica: sintomas, causas e tratamento

Por Redação Doutíssima 17/02/2014

urticária colinérgicaA urticária colinérgica nada mais é do que uma espécie de erupção cutânea, geralmente causada por uma reação de hipersensibilidade ao calor do corpo. Os sintomas costumam ser seguidos de estímulos que fazer o corpo transpirar, como exercícios, o calor do sol, saunas e banhos quentes, alimentos condimentados, enfim, tudo que possa causar um aumento de temperatura do corpo, até mesmo o estresse e a raiva. Algumas pessoas só têm sintomas durante os meses de verão, devido ao calor e à transpiração excessiva. Outras podem ter os sintomas também durante o inverno, onde a busca por calor causa as erupções cutâneas.

 

Causas da urticária colinérgica

A principal causa da urticária colinérgica é o aumento da temperatura do corpo, resultando na transpiração. Entre os fatores mais comuns que podem desencadear as erupções cutâneas da urticária colinérgica, estão:

  • Exercício
  • Banhos quentes/chuveiros
  • Febre
  • Curativos oclusivos
  • Comer alimentos picantes
  • O estresse emocional

 

Sintomas da urticária colinérgica

Entre os principais sintomas que podem ser notados em uma pessoa que sofre de urticária colinérgica, estão:

  • Coceira, ardor, formigamento, sensação de calor que antecede a chegada de numerosos pequenos vergões.
  • A erupção é frequentemente muito irritadiça e tende a coçar insuportavelmente.
  • A erupção é mais proeminente na parte superior do tronco e braços. Ela não afeta as palmas das mãos ou solas dos pés e raramente as axilas.
  • Às vezes, os pequenos vergões se juntam até formar um grande inchaço.
  • Os pacientes que são mais severamente afetados podem sentir dores de cabeça, salivação, palpitações, desmaios, falta de ar, respiração ofegante, cólicas abdominais e diarréia.

 

urticária colinérgicaTratamento da urticária colinérgica

A urticária colinérgica pode ser muito difíceis de tratar. A maioria dos planos de tratamento para urticária colinérgica envolve estar ciente do fator que a causou. Muitas vezes ela é tratada apenas com a limitação da exposição ao fator causador da urticária colinérgica, como exercício físico intenso ou calor, por exemplo. Para alguns, a reação pode ser limitada, desde que use roupas frescas, permitindo que o corpo “respire”.

Além disso, aquecer gradualmente o corpo, seja com luz ou com exercício, pode ajudar a limitar os efeitos em algumas pessoas. Uma vez que uma crise de urticária colinérgica pode muitas vezes ser sentida no começo, pode-se tentar interrompê-la através de um rápido resfriamento do corpo, como a aplicação de água fria ou uma bolsa de gelo sobre a pele imediatamente. Os casos graves de urticária colinérgica têm sido tratados com sucesso com o danazol, que é um esteróide anabólico. O uso deste medicamento é limitado, uma vez que tem efeitos colaterais graves, por isso a importância de perguntar a opinião do seu médico antes de se auto-medicar.

 

Saiba mais:

Alergia na pele: sintomas, causas e tratamento

Tudo o que você precisa saber sobre remédio para alergia

10 dicas para manter seu bebê fresco quando faz calor

Como tomar sol no verão sem estragar a pele

12 Dicas para manter a pele hidratada no verão

5 Maneiras de proteger sua pele contra os efeitos do inverno

Como evitar as micoses da pele?


Sites parceiros