[the_ad_group id="16401"]
Saúde

Vivendo com colite ulcerosa

Por Redação Doutíssima 19/02/2014

O que fazer quando a colite ulcerosa se agrava?

 

1) Manter-se hidratado quando os sintomas da colite ulcerosa se agravam.

 

Quando se tem colite ulcerosa, torna-se difícil para o intestino grosso a absorção de água e sal, o que pode deixá-lo desidratado. Um estado mais avançado da colite ulcerosa pode causar diarreia, o que colite ulcerosatambém pode levá-lo a desidratação. O objetivo é beber bastante água e outros líquidos para não sentir sede. Ingerir bebidas eletrolíticas pode ajudá-lo no caso de diarreia. Se você estiver se sentindo tonto, fraco ou se não tiver ido ao banheiro em 12 horas, peça socorro médico.

 

2) Acalmar a dor e a irritação da pele com segurança

 

A diarreia pode afetar a sua pele. Tente usar toalhas de banho úmidas para se lavar. Passe uma pomada rica em vitamina A e D. Se precisar de mais alivio na pele, tome um banho de água salgada para amenizar a dor. Paracetamol pode também ajudar com a dor. Evite tomar anti-inflamatórios não-esteroides (AINEs) como ibuprofeno ou naproxeno, eles podem provocar erupções na pele, entre outros problemas.

 

3) Coma alimentos leves e cozidos

 

Durante uma crise de colite ulcerosa você pode perder o apetite, mas você precisa de nutrientes. colite ulcerosaProcure comer alimentos leves e evite comidas gordurosas. Frutas e vegetais crus podem irritar o cólon, é aconselhável descascá-los e cozinhá-los. Ainda assim é possível encontrar algum desconforto. Faça refeições pequenas e frequentes. Se você está perdendo peso, o seu médico pode sugerir bebidas para substituir as refeições.

 

4) Planeje-se com antecedência, localize banheiros

 

Quando a crise se agrava, pode acontecer de você precisar usar o banheiro imediatamente. Saiba onde localizar os banheiros mais próximos para você se sentir seguro em caso de urgência. Tenha sempre com você um kit de emergência contendo lenços umedecidos, papel higiênico, pomada, roupas íntimas e uma calça extra. Isso pode deixá-lo mais tranquilo para sair de casa.

 

5) Fale com o seu médico sobre sua medicação

 

Uma crise pode significar que é hora de mudar o seu medicamento ou a dose. O seu médico pode prescrever supositórios e enemas para tratar a crise. Corticosteróides e medicamentos de 5-ASA podem ajudar a controlar rapidamente a inflamação da colite ulcerosa. Para um tratamento diário, as 5-ASA e fármacos imunossupressores, tais como azatioprina, 6-MP ou metotrexato, podem ser usados. Para UC moderada ou grave, alguns médicos prescrevem medicamentos biológicos.

6) Tornando a ingestão de medicamentos mais fácil

 

Se você tiver dificuldade em tomar comprimidos, fale com o seu médico ou farmacêutico, talvez a sua medicação possa ser encontrada na forma líquida. Se o medicamento vem em cápsulas, pergunte se é seguro abri-las e misturá-las com purê de maçã, requeijão ou outros alimentos.

 

7) Medicamentos para evitar a diarreia em caso de UC

 

Se a diarreia for decorrente de uma crise mais leve, os medicamentos contra diarreia podem ajudar e são disponíveis sem receita médica – como subsalicilato bismuto ou loperamida – ou por prescrição. Mas não os tome sem antes consultar um médico ou, sobretudo, se você estiver com febre ou perceber sangue nas fezes.  Isso pode causar problemas graves.

 

8) Buscar apoio, contar aos outros sobre sua UC

 

Pode ser difícil de falar sobre a sua colite ulcerosa. Mas se você precisar de ajuda, pergunte. Deixe que os outros – família, amigos, colegas de trabalho, seu chefe – saibam como a UC pode afetar você. Isso pode ajudá-los a entender melhor o que você está passando quando houver uma crise. Além disso, pode ser um alívio saber que há pessoas a quem recorrer quando precisar de ajuda.

 

9) Fuja do stresse para evitar as crises

 

Stresse não causa UC, mas pode piorar os sintomas e as crises para algumas pessoas. Se o stresse afeta você, tente meditação, exercícios de respiração ou sessões de massagem. Ainda não consegue se livrar do stresse? Um profissional pode ser capaz de ajudá-lo a aprender a fazer relaxamento através de biofeedback, hipnose ou terapia cognitivo-comportamental. Yoga, tai chi, ou outro exercício de baixo impacto como caminhadas, também pode ajudar a aliviar o stress.

 

10) Tome medicação prescrita

Não dobre as doses de medicação porque você sentiu uma piora. Embora você realmente queira alívio, mudar a sua medicação pode desencadear ou piorar as crises. Tome medicamentos somente como foi receitado. O mesmo vale para quando você está se sentindo bem e pode ficar tentado a diminuir as doses.

 

11) Crises de colite ulcerosa e antibióticos

 

Antibióticos podem desencadear crises. Se você tiver uma crise de colite ulcerosa enquanto estiver tomando antibióticos, avise o seu médico. Há uma teoria de que os antibióticos podem causar problemas porque eles matam bactérias no seu intestino que ajudam na digestão. Alguns médicos sugerem probióticos ou bactérias “boas”. Probióticos podem ser encontrados no iogurte e, de certa maneira, em quem é intolerante à lactose.

 

12) Sinais de alerta de complicações

Alguns sintomas podem significar que há um problema. Procure ajuda médica imediatamente se você tiver qualquer um destes:

 

–          Febre acima de 38ºC

–          Longo período sem evacuar

–          Dor abdominal intensa

–          Expelir pus quando você vai ao banheiro

–          Diarreia constante

–          Sangue ou coágulos de sangue nas fezes
Também obter ajuda se você sente que vai desmaiar, se vomitar repetidamente ou estiver muito desidratado.

 

13) Devagar com álcool

O álcool e as crises de colite ulcerosa podem estar ligados. Embora você não tenha que parar de beber completamente por causa de UC, você pode acabar se descuidando quando estiver se sentindo bem. Ele pode agravar a inflamação e as úlceras. Em geral, é bom limitar a quantidade de bebidas alcoólicas para evitar desencadear problemas relacionados ao álcool. E beba chá descafeinado.

 

14)  Tente baixar a intensidade dos exercícios

Se você estiver se sentindo bem para isso, o exercício de baixa intensidade pode ajudar a aliviar o stresse, evitar a diarreia e ajuda a digestão. Tente fazer caminhadas de 30 minutos, três vezes por semana. O exercício ajuda a fortalecer os ossos. Isso é importante porque as doenças inflamatórias intestinais, incluindo colite ulcerosa, podem aumentar o risco de osteoporose.

 

 

Veja mais:

Alimentos que ajudam o funcionamento do intestino

Síndrome do intestino irritável 

Cuide dos seu intestino!

Os benefícios da aveia

Saiba como se livrar da prisão de ventre


[the_ad id="14710899"]
[the_ad id="14710899"]
[the_ad_group id="16404"]