[the_ad_group id="16403"]
Saúde

5 dicas para melhor lidar com a tosse em casa

Por Redação Fortíssima 21/02/2014

tosse em casa

O inverno nos apresenta muitas boas possibilidades: canja de galinha, filme debaixo das cobertas, mas as gripes e tosses constantes podem atrapalhar o seu dia a dia. “Mesmo um pouco de tosse pode ser debilitante”, diz Mark Yoder, MD, professor assistente em cuidados críticos pulmonares na Rush University Medical Center, em Chicago.

Temporada de gripes e resfriados podem causar uma sequência de tosses que podem te deixar com dor no peito. Mas gripes e resfriados não são os únicos problemas que causam tosse. Alergias, asma, refluxo ácido, ar seco e cigarro são causas comuns de tosse. Mesmo os medicamentos, como alguns remédios para a tensão arterial elevada e alergias, podem causar tosse crônica.

Na maioria das vezes, as pessoas podem controlar suas tosses em casa tomando xaropes e pastilhas para a tosse, evitando potenciais alérgenos ou mesmo inalando o vapor de um chuveiro quente, diz Giselle Mosnaim, alergista e imunologista em Rush University Medical Center.

 

Tente estas cinco dicas para gerenciar sua tosse em casa:

1. Mantenha-se hidratado

Uma infecção na parte superior da traqueia, como um resfriado ou uma gripe, causam secreções que escorrem pelo seu nariz ou que escorrem na parte de trás de da garganta, irritando-a, podendo causar a tosse, diz Mosnaim.

Beber líquidos ajuda a diluir o muco que escorre pelo nariz, diz Kenneth DeVault, MD, professor de medicina da Clínica Mayo, em Jacksonville, na Flórida.

Beber líquidos também ajuda a manter as mucosas úmidas, o que é muito útil no inverno, quando as casas nasais tendem a ficar secas, outra causa de tosse, diz ele.

 

2. Tente pastilhas e bebidas quentes

Tente pastilhas contra tosse, Yoder sugere. “Elas amortecem a parte posterior da garganta, tendendo a diminuir o reflexo da tosse.”

Beber chá quente com mel também pode aliviar a garganta.  Existe suporte científico e evidências clínicas para essa estratégia, diz Yoder.

 

3. Tome banho quente com bastante vapor, e use um umidificador de ambiante

O banho quente pode ajudar com a tosse soltando as secreções do nariz. Mosnaim diz que o vapor pode ajudar a aliviar a tosse não só de resfriados mas também de alergias e asma.

Umidificadores também podem ajudar. Em uma casa com o ar seco, a secreção nasal tornar-se seca e desconfortável, Mosnaim explica. Colocar um pouco de umidade no ar pode ajudar na tosse.

Mas cuidado para não exagerar.  “A desvantagem é que, se você não limpá-lo, (o umidificador) torna-se um reservatório de fungos, mofo no ar e bactérias”, diz Robert Naclerio, MD, chefe de otorrinolaringologia da Universidade de Chicago.

 

4. Evite perfumadores de ar

Perfumes e sprays perfumados podem parecer inofensivos mas para algumas pessoas podem causar irritação crônica dos seios nasais, produzindo excesso de muco que leva à tosse crônica, diz Alan Weiss, médico geral da Clínica Cleveland. Evite tais produtos perfumados.

No entanto, o cigarro ainda é, naturalmente, o pior vilão. Quase todos os fumantes acabam desenvolvendo um tipo de tosse conhecida como “tosse do fumante.” As pessoas ao redor de um fumante podem sofrer de alguma irritação das vias respiratórias. A melhor solução? Fumantes pararem de fumar. (Yoder adverte que a tosse crônica grave pode ser um sinal de enfisema ou câncer de pulmão em pessoas que fumam, por isso consulte um médico se você é um fumante com tosse crônica.)

 

5. Tomar medicamentos para tratar a tosse

Quando banhos quentes, chás e pastilhas para a tosse não resolvem,  o jeito é procurar um remédio para aliviar a tosse.

Descongestionantes: Descongestionantes aliviam a congestão nasal, reduzindo o tecido nasal inchado e diminuindo a produção de muco. Eles secam o muco nos pulmões e abrem as passagens ar, diz Weiss.

Existem descongestionantes em pílulas, xaropes e sprays nasais de diversas marcas. Procure por fenilefrina e pseudoefedrina como substância ativa em descongestionantes tomados por via oral. Mas tenha cuidado, estes medicamentos podem elevar a pressão arterial, pessoas hipertensas devem ter cuidado com a sua utilização. Além disso, o uso excessivo de descongestionantes pode levar à secura excessiva, o que pode provocar uma tosse seca.

Sprays nasais descongestionantes, podem causar dependência. Se usados ​​por mais de 3 ou 4 dias, podem levar à congestão rebote, diz Mosnaim. É melhor usá-los até 2 ou 3 dias e depois parar.

Antitussígenos e expectorantes: Se você está tossindo tanto que seu peito dói e não está dormindo bem, considere um remédio para acabar com a tosse, como o dextrometorfano, diz Mosnaim. Yoder recomenda o uso de antitussígenos apenas à noite.

Quando uma pessoa tem uma tosse grossa e com catarro, Mosnaim diz que o melhor é tomar um expectorante como o guaifenesin. Os expectorantes diluem o muco para que ele possa ser mais facilmente expelido, diz ela.

Nota: Tome cuidado ao dar esses tipos de remédios para crianças. Esse medicamentos, apesar de comuns, podem causar sérios efeitos colaterais em crianças pequenas.

 

Descubra o que está causando sua tosse

A tosse causada por um resfriado comum geralmente desaparecem em poucas semanas. Tosses crônicas e persistentes podem ser causadas por problemas médico subjacente, como alergias, asma ou refluxo ácido – ou pelos medicamentos que você toma. Para parar a tosse, você precisa tratar o problema subjacente.

Fale com o seu médico se a tosse durar mais de 4 semanas ou se você está tossindo sangue ou com outros sintomas, como perda de peso, calafrios, ou fadiga.

 

 

Veja mais:

Como cuidar da gripe em casa

5 remédios naturais para a gripe

Xiii… é gripe?

Como acabar com a tosse seca

5 receitas caseiras para acabar com a tosse


[the_ad_group id="16349"]
[the_ad_group id="16404"]