[the_ad_group id="16401"]
Sem categoria

Atividade física na terceira idade: nunca é tarde para começar

Por Redação Doutíssima 22/02/2014

Quando a aposentadoria chega, para muitas pessoas chega também uma certa preguiça e uma diminuição das atividades que exigem muito esforço. Mas o fato de deixar de trabalhar não deve interferir na rotina de exercícios, não pode ser desculpa para não se exercitar, garante Eduardo Danilo Schimtz, educador físico especializado em envelhecimento.

atividade física na terceira idade

Segundo o especialista, atividade física na terceira idade está diretamente associada à qualidade de vida durante este período da vida. Principalmente na prevenção de doenças cardíacas, uma das maiores causas de mortes no mundo. Comportamentos típicos da sociedade moderna como maus hábitos alimentares, estresse e sedentarismo são as principais razões para o desenvolvimento desse problema.

Atividade física na terceira idade, além de prevenir problemas cardíacos, contribuem para a melhoria da capacidade funcional dos idosos. Segundo Schimitz, os exercícios físicos ajudam as pessoas idosas a manter a capacidade de lidar com as tarefas simples do dia a dia como varrer a casa ou descer e subir escadas.

A prática regular de atividade física na terceira idade proporciona aumento da força muscular e sensação de bem-estar, manutenção e aumento de flexibilidade, maior coordenação motora e equilíbrio, maior independência, controle do peso e diminuição da ansiedade e depressão.

Existem diversas restrições relacionadas a atividade física na terceira idade mas seus benefícios para a saúde superam estas restrições. Dentre elas estão lesões ortopédicas, arritmias cardíacas, infracto agudo do miocárdio e morte súbita ( complicação extremamente rara).

A profissional de Educação física e responsável por aulas de dança em um centro de atenção à terceira idade, Joseani Simas, lembra um fator importante “Não há idade limite para começar a praticar algum exercício, o importante é que a orientação destas atividades seja sempre por profissionais de Educação Física habilitados, que são preparados para orientar e prescrever atividades físicas sem risco para a saúde do idoso”.

Dicas de atividade física na terceira idade

 

atividade física na terceira idade

A organização Mundial da Saúde ( OMS) recomenda 30 minutos de atividades físicas diariamente. Três tipos de exercícios são ideais: exercícios de força, como musculação, exercícios cardiorespiratórios, como caminhada, bicicleta e natação e exercícios de flexibilidade, como alongamento.

As atividades físicas mais indicadas são as aeróbicas, de baixo impacto que permitem trabalhar o sistema cardiovascular como caminhada, andar de bicicleta, dança e natação. Atividades que privilegiam o sistema musculoesquelético também são populares como a musculação, ginástica e alongamento. Hoje em dia existem diversas modalidades de aulas adaptadas para terceira idade nas academias e clubes.

Porém, a alta intensidade de exercícios deve ser evitada, assim como movimentos rápidos e bruscos e grande esforço físico. É imprescindível um acompanhamento profissional durante a prática de atividade física na terceira idade, assim como uma consulta prévia antes de iniciar as atividades.

 

Saiba mais:

Sexo na terceira idade: 15 dicas para manter-se ativo sexualmente

Mexa-se na terceira idade

Os benefícios da hidroginástica para idosos

Palavras cruzadas: Ótimo estimulo para cérebro idoso

Estica e puxa: dicas de alongamento para idosos

7 Alimentos que não podem faltar na dieta dos idosos

Cuidados que os idosos devem tomar com os remédios


[the_ad id="14710899"]
[the_ad id="14710899"]
[the_ad_group id="16404"]