[the_ad_group id="16401"]
Especialidades

Como evitar as crises de asma

Por Redação Doutíssima 24/02/2014

 

Com as bruscas mudanças de temperatura começam os seus problemas com a asma?

Alergias, poluição, gripes e resfriados são alguns dos fatores que provocam as crises dessa doença que atinge milhões de pessoas no Brasil. Saiba mais sobre como evitar as crises de asma:

 

crises de asma

O que é?

A asma é uma doença crônica que ocorre pela inflamação das vias aéreas e provoca falta de ar, tosse, sensação de aperto e chiado no peito.

De acordo com a Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia, a asma é uma doença que atinge 300 milhões de pessoas no mundo. Para se ter uma ideia, só no Brasil o número de pessoas asmáticas é de 20 milhões, dentre eles crianças e adultos.

 

Causas

 

As causas da asma são desconhecidas, porém, acredita-se que alguns fatores contribuem para o seu aparecimento, dentre eles fatores ambientais (exposição à substâncias transportadas pelo ar como poeira, pólen, mofo, fumaça, etc.) e fatores genéticos (histórico familiar de alergias respiratórias como a rinite).

A maioria dos casos estão relacionados à exposição de substâncias alérgenas que quando aspiradas causam irritação nos brônquios e consequentemente as crises de asma. Ela ainda pode ser causada por infecções virais como gripes e resfriados.

Sintomas da asma

 

Os sintomas da asma variam ao longo do dia e costuma piorar a noite ou quando a pessoa pratica atividades físicas. Os principais sintomas causados pela asma são tosse com ou sem muco dificuldade para respirar e sensação de aperto no peito. Em casos mais graves, a pessoa ainda pode apresentar sintomas como lábios azulados, pulsação rápida, sudorese e confusão mental.

asma

Como evitar as crises de asma

 

Para evitar as crises de asma é fundamental reduzir a exposição aos agentes causadores, além de outras medidas como:

Manter a casa limpa – Limpe a sua casa com frequência, passe aspirador sempre que puder e evite o acúmulo de poeira nos móveis e prateleiras.

Praticar atividades físicas Ter asma não é sinônimo de não poder praticar esportes, ao contrário, a atividade física traz benefícios ao coração e aos pulmões, além de ajudar a prevenir as crises de asma.

Controlar as doenças relacionadas – Asma e rinite, por exemplo, devem ser tratadas corretamente para evitar crises.

Vacinar-se contra a gripe – A gripe é um dos fatores que podem aumentar as crises de asma, pois, ela causa inflamação nas vias aéreas. Por isso, é fundamental tomar a vacina, além de lavar as mãos com frequência para prevenir-se contra vírus.

Agasalhar-se bem – Com as mudanças de temperatura é importante agasalhar-se bem ao sair de casa sempre cobrindo o pescoço e o peito.

Evitar a exposição ao cigarro – O fumo é um dos principais fatores que pioram as crises de asma, lembrando que o cigarro também é prejudicial ao fumante passivo. Portanto, se você não fuma, evite a ficar perto da fumaça de cigarro.

 

Saiba mais:

 

Uma dieta rica em fibras reduziria o risco de asma

Tudo o que você precisa saber sobre asma

Conheça as principais doenças causadas pelo fumo

Alergia respiratória: sintomas, causas e tratamento

Conheça as cusas da rinite alérgica

Tosse e coriza: conheça as principais causas

Bronquite aguda e crônica: cuidados neste inverno!


[the_ad id="14710899"]
[the_ad id="14710899"]
[the_ad_group id="16404"]