[the_ad_group id="16401"]
Especialidades

Como lidar com seu filho e a descoberta da sexualidade

Por Redação Doutíssima 05/03/2014

Durante a infância, as crianças descobrem seus órgãos genitais e o prazer que sentem a partir deles. Isso se dá brincando, como fizeram antes com outras partes do corpo. No descobrimento da sexualidade infantil, os pais têm importância central ao passar valores e conceitos que irão influenciar a criança e sua maneira de ver a sexualidade, seu gênero e a vida.

descobrimento da sexualidade

 

A educação que uma criança receberá sobre a sexualidade e seu corpo depende da capacidade dos adultos em transmitir essas informações e da percepção da criança sobre elas. A criança pode assumir seus órgãos genitais como uma parte bonita e gratificante do corpo, ou mesmo receber dos adultos uma mensagem negativa, como se fosse feio, ruim, algo que se deve esconder. Pior ainda é ignorar a sexualidade das meninas. Muitos pais evitam falar sobre o descobrimento da sexualidade como se fosse um assunto inexistente. Quando a menina pergunta algo, tentam fugir da resposta e sair pela tangente. Essa não é uma boa estratégia. Nesta fase, as crianças vão aprender e receber de seus educadores os valores e as riquezas sobre seu corpo (ou talvez o seu desdém a seu corpo e o desprezo a si mesmos como pessoas) que influenciam no seu descobrimento da sexualidade.

 

Pais, filhos e o descobrimento da sexualidade

 

descobrimento da sexualidade Muitas vezes, o comportamento dos pais é diferente desde o nascimento de acordo com o sexo do bebê. Ao observarem pela primeira vez os órgãos genitais do bebês reagem de forma diferente dependendo de seu sexo. Se for um menino, o sexo e exaltado usando-se expressões como: “Você realmente é um macho, como seu pai”. Se for uma menina, não falam sobre sexo, não há comentários como se ele não existisse. A conseqüência disso é a primeira discriminação social do bebê. As expectativas e desejos dos pais se diferem segundo o sexo da criança. Por exemplo, algumas vezes se espera mais de um menino do que de uma menina.

É natural que as meninas façam o descobrimento da sexualidade percebendo o prazer de brincar com seus órgãos genitais. Provavelmente recorrer a este meio quando lhes faltam temporariamente outras formas de sentir prazer como carícias, abraços, um banho agradável, sentir-se amada e assim por diante. Os adultos devem perceber o status e as necessidades da criança e tentar aceitar com naturalidade a masturbação nesta idade, sem recriminar este ato ou punir as crianças. Em vez disso, eles devem dar mais amor. É importante notar que a identificação do próprio sexo é desenvolvido através do reconhecimento do corpo.

 

O papel do gênero

 

A criança passa a reconhecer-se como menino ou menina pelos padrões culturais que cada sociedade determina e institucionalizadas. Elas adquirem certos comportamentos, atitudes e valores que aprendem como masculino ou feminino. Por exemplo, os pais, no nascimento de seu bebê, colocar um nome que tende a expressar o gênero a qual pertence, lhe vestem com roupas de uma determinada cor e até mesmo dão-lhe brinquedos destinados à crianças de seu sexo. A maior influência é recebida na família, por isso é muito importante a concepção dos pais sobre os gêneros, especialmente quando a mulher é subordinada ao homem. Na verdade, para além das pequenas diferenças entre meninas e meninos, cada pessoa tem características únicas e o direito de ser diferente. No caminho do descobrimento da sexualidade, é tarefa da família assegurar que meninos e meninas tenham as mesmas informações e oportunidades.

 

 

Saiba mais:

Como conversar com seu filho sobre homossexualidade

8 Dicas para ajudar seu filho adolescente a ter mais auto-estima

3 Dicas para se reaproximar do seu filho adolescente

Educação dos filhos e como o estilo parental afeta a criança

Como lidar com as primeiras amizades dos filhos

Seu filho está pronto para namorar?

Conheça as principais causas da gravidez precoce

 

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão Doutíssima!

Clique aqui para se cadastrar!


[the_ad id="14710899"]
[the_ad id="14710899"]
[the_ad_group id="16404"]