[the_ad_group id="16401"]
Nutrição

Coma mais peixe! Sabor e saúde demais para aproveitar só na Quaresma

Por Redação Doutíssima 07/03/2014

São muitas as vantagens de se incluir peixes na sua alimentação. Além de saborosos, os pescados possuem vitaminas e nutrientes importantes para a saúde

 

quaresma

Considerado como uma tradição, que se popularizou muito no Brasil, o aumento do consumo de peixes, principalmente durante a quaresma, acaba contribuindo também para a saúde das pessoas. A ingestão de pescado é tão importante que a Organização Mundial da Saúde (OMS) estipula que cada pessoa devem comer em média 12 quilos de peixes por ano.

 

Apesar de ter apresentado crescimento nos últimos anos, a média de consumo do brasileiro ainda está abaixo do que indica a OMS. Segundo dados de uma pesquisa publicada no final do ano passado pelo Ministério da Pesca e Aquicultura (MPA), a média por habitante ano no País chegou a 11,17 quilos em 2011; 14,5% a mais do que o ano anterior.

 
Já está amplamente comprovado que o consumo de peixes traz diversos benefícios à saúde das pessoas, sendo inclusive recomendado em diversas dietas por nutricionistas. Se são muitas as benesses, mais ainda são as opções para quem quer comer pescado. Para auxiliar na sua escolha, apresentamos abaixo os principais tipos disponíveis no Brasil, bem como em que ele contribui para a sua saúde.

 

Veja os melhores peixes para aproveitar na Quaresma

 

 

quaresmaArenque – rico em nutrientes de destaque, como o ômega 3 e vitamina D.

Benefícios: auxilia no sistema imunológico, podendo aliviar também alguns sintomas da psoríase (doença crônica inflamatória da pele).

Atum – rico em ômega 3, ferro, fósforo, magnésio, niacina, selênio, sódio, vitamina B6 e vitamina B12.

Benefícios: contribui para o bom funcionamento do coração e reforça o sistema imunológico, ajudando a reduzir os níveis de colesterol e de triglicérides no sangue. Ele também ajuda a melhorar a flexibilidade das artérias, além de possuir um efeito anti-inflamatório e prevenir a anemia.

Bacalhau – rico em cálcio, fósforo, magnésio, ômega 3, potássio, selênio, vitamina B12 e vitaminas do complexo B.

Benefícios: ajuda na prevenção de doenças crônicas como a arteriosclerose, câncer e artrite, contribuindo para o bom funcionamento da tireoide e dos sistemas neurológico e imunológico. Auxilia na manutenção da saúde dos ossos e dos dentes, regula a pressão sanguínea e auxilia também nos processos digestivos.

Badejo – possui fósforo, magnésio e selênio.

Benefícios: contribui para o funcionamento do sistema imunológico, atuando na regeneração celular e auxilia na saúde dos ossos e dos dentes.

quaresmaBagre – rico em cálcio, ferro, iodo, vitaminas A, B12 e D.

Benefícios: auxilia no bom funcionamento da tireoide. Além disso, por 112,5% da dose diária recomendada de vitamina D (adulto), o Bagre contribui para a manutenção da massa óssea e também a fixação de cálcio nos ossos.

Cação – rico em ômega 3, selênio e vitamina A.

Benefícios: preserva a saúde dos olhos e contribui para a manutenção do bom funcionamento do sistema imunológico, prevenindo das infecções.

Carpa – possui ômega 3, potássio e vitamina D.

Benefícios: reforça o sistema imunológico e diminui os risco de doenças cardiovasculares, psoríase, artrite e câncer.

Cavala – é rico em ômega 3, selênio e vitamina D.

Benefícios: contribui para a melhoria do sistema imunológico e pode aliviar alguns sintomas da psoríase.

Congrio – possui fósforo, magnésio, vitamina A, D e também as do complexo B.

Benefícios: contribui para o bom funcionamento do sistema imunológico, além de auxilia a regeneração de tecidos e no desenvolvimento dos ossos, dentes e também ajuda a manter a saúde dos olhos.

quaresmaDourado – é rico em cálcio, potássio e vitamina D.

Benefícios: ajuda na regeneração dos tecidos, a regular a pressão e o PH sanguíneos. Contribui para os processos digestivos e as contrações musculares após atividades físicas muito intensas.

Esturjão – ômega 3, vitaminas A, B6, B12 e D.

Benefícios: contribui para o fortalecimento do sistema imunológico e o desenvolvimento cerebral.

Garoupa – possui fósforo, ômega 3, potássio, selênio, vitamina B6 e vitamina B12.
Benefícios: estimula a fabricação dos glóbulos vermelhos e facilita o bom funcionamento do sistema neurológico, tanto na formação dos neurônios quanto para a transmissão dos impulsos nervosos.

Linguado – contém fósforo, iodo, niacina, selênio e vitamina B12 e vitamina E.

Benefícios: é antioxidante e ajuda no controle da deterioração celular.

Merluza – é rico em fósforo, magnésio, ômega 3, potássio e vitaminas do complexo B.

Benefícios: é bom para a saúde dos ossos e dentes, bem como para o bom funcionamento dos sistemas imunológico e neurológico, por contribuir tanto com a formação dos neurônios quanto na transmissão dos impulsos nervosos.

Pacu – possui cálcio, fósforo, potássio, sódio, vitamina C e vitamina D.

Benefícios: ajuda a preservar a saúde dos ossos e dentes, além de contribuir para regularizar as batidas do coração e favorecer o sistema muscular.

Pescada – contém cálcio, fósforo, ômega 3, potássio e selênio.

Benefícios: é importante para diminuir os níveis de colesterol e de triglicérides do sangue, aumentando a flexibilidade das artérias, além de inibir a formação de radicais livres.

Piranha – é rico em cálcio, fósforo e potássio e vitamina D.

Benefícios: contribui para a saúde de ossos e dentes, além de auxiliar na regeneração dos tecidos e atuar como regulador da pressão e do pH sanguíneos.

Pirarucu – possui cálcio, ferro, potássio e vitamina D.

Benefícios: ajuda a estimular a absorção de cálcio, importante para a saúde dos ossos e dentes. Além disso, contribui para a regeneração dos tecidos, facilita o transporte de oxigênio e ajuda na produção de glóbulos vermelhos no sangue.

quaresmaRobalo – é rico em cálcio, vitaminas A, C e do complexo B.

Benefícios: sua ação antioxidante é importante para o sistema imunológico e ajuda a manter a pele e cabelo saudáveis.

Salmão – possui ferro, fósforo, magnésio, niacina, ômega 3, potássio, selênio, vitamina A, vitamina B1, vitamina B5, vitamina B6, vitamina B12 e zinco.

Benefícios: é importante para a saúde do coração, ossos, dentes e regeneração dos tecidos, podendo contribuir também para evitar o desenvolvimento de doenças.

Sardinha – tem albumina, cálcio, ferro, fósforo, niacina, ômega 3, potássio, selênio e vitamina B12.

Benefícios: contribui para a saúde cardiovascular, células nervosas e do tecido ósseo, sistema neurológico e fabricação de glóbulos vermelhos, evita processos inflamatório.

Tainha – contém fósforo, ômega 3, potássio e selênio.

Benefícios: sua ação antioxidante atua na prevenção de várias doenças crônicas, sendo importante para o bom funcionamento da tireoide.

Tilápia – é rico em fósforo, ômega 6, potássio, selênio e vitamina A.

Benefícios: a importante para a na saúde de ossos e dentes, possuindo uma ação antioxidante, auxiliando também na regeneração de tecidos e músculos.

quaresmaTraíra – possui cálcio, fósforo e vitamina D.

Benefícios: ajuda a manter a saúde de ossos e dentes, regulando também a pressão sanguínea e o processo digestivo.

Truta – é rico em cálcio, fósforo, ômega 3, potássio, selênio e vitamina A.

Benefícios: contribui para a saúde de ossos e dentes, favorecendo também para a regeneração de tecidos e auxiliando nos processos digestivos e nas contrações musculares após atividades físicas muito intensas.

Tucunaré – contém cálcio, ferro, fósforo, potássio, vitaminas do complexo B e vitamina D.

Benefícios: contribui para a manutenção da saúde de ossos e dentes, facilitando também o transporte de oxigênio e aumentando a formação de glóbulos vermelhos no sangue.

Vermelho – é rico em cálcio, fósforo, iodo, ômega 3, vitaminas do complexo B e zinco.

Benefícios: auxilia a manutenção da massa óssea, fortalecendo também o sistema de defesas do organismo, além de auxiliar na fabricação do material genético.

 

Saiba mais:

 

Omega 3 encontrado nos peixes contribui para a longevidade

Descubra os sintomas da falta de cálcio

4 sinais da falta de potássio no seu corpo

4 passos para ser saudável desde já

Mitos e verdades sobre o Omega 3

Alimentação saudável: dicas rápidas

6 formas de cozinhar mais saudável


[the_ad id="14710899"]
[the_ad id="14710899"]
[the_ad_group id="16404"]