[the_ad_group id="16403"]
Clínica Geral

Mal uso de lentes de contato podem causar úlcera de córnea

Por Redação Doutíssima 10/03/2014

úlcera de córneaAs lentes de contato, mesmo que sejam adaptadas aos olhos, elas continuam sendo um corpo estranho. Por sua estrutura mais ou menos porosa, as lentes restringem em diferentes graus o fornecimento de oxigênio para a córnea e constituem um ambiente propício para o desenvolvimento de infecções, irritações e mesmo problemas mais graves, como é o caso da úlcera de córnea. Os cuidados com a manutenção e a utilização de lentes é extremamente importante para evitar os riscos. Em geral, os problemas associados ao uso de lentes de contato são causados por falta de higiene, ajuste inadequado ou lente danificada. Um estudo recente que examinou 70 pacientes com úlcera de córnea indicou que, em 30% dos casos, a doença se desenvolveu apesar do uso adequado das soluções de limpeza e manutenção.

 

Úlcera de córnea: O que é e como ocorre?

Uma úlcera de córnea é uma infecção grave da córnea que pode levar a cicatrizes permanentes, podendo afetar a visão e até cegar. Os principais sinais e sintomas desta infecção são dor, olhos vermelhos e sensação de queimação nos olhos. A visão torna-se turva e a dor é constante. Também pode ser muito difícil olhar em direção a um ponto luminoso devido à dor. Se você utiliza lentes de contato e já sentiu estes sintomas, remova-as imediatamente. Se os sintomas persistirem depois de algumas horas ou se os problemas se agravarem, consulte seu oftalmologista ou vá diretamente ao hospital. As sequelas podem aparecer em poucos dias e podem ser irreversíveis.

 

Precauções básicas para reduzir os riscos de úlcera de córnea

  • Utilize soluções desinfetantes e de limpeza recomendadas pelo fabricante das suas lentes de contato ou pelo seu oftalmologista e siga as instruções de cuidado. Lave as mãos com água e sabão e enxague-as bem antes de manusear suas lentes. Não as limpe com sua saliva ou com água da torneira, pois isso pode contaminá-las. Não improvise soluções de limpeza com receitas da vovó (água oxigenada, sal…), pois os riscos são imensos.
  • Limpe a caixa de suas lentes regularmente e mude de caixa a cada 3 meses. As caixinhas que resistem ao calor podem ser colocadas em água fervente uma vez por semana durante dez minutos. Em seguida, deixe esfriar durante cerca de 30 minutos antes de colocar as lentilhas dentro. Já as caixas que não resistem ao calor podem ser limpas duas vezes por semana com a ajuda de algumas gotas da solução de limpeza de lentes e água morna. Deixe secar ao ar livre.
  • úlcera de córneaNão durma com suas lentes de contato. Mesmo se elas são projetadas para ser usadas por 24 horas, é fortemente recomendado removê-las antes de dormir, pois dormir com as lentes aumenta o risco de infecção.
  • Respeite a duração de vida das suas lentes. Não utilize as lentes velhas. Procure substituí-las de acordo com as recomendações do fabricante.
  • Não use lentes de outra pessoa e não empreste as suas.
  • Assim que você sentir alguma irritação nos olhos, tire suas lentes. Se a irritação persistir, consulte seu oftalmologista. Tenha sempre seus óculos e suas ferramentas para a manutenção das lentes de contato por perto.
  • Pisque frequentemente para hidratar seus olhos e suas lentes. Procure ter alguns momentos de relaxamento se você trabalha em um computador durante muitas horas.
  • Use seus óculos quando fizer as tarefas domésticas para evita que os produtos de limpeza entrem em contato com suas lentes de contato.
  • Pare de fumar. Os fumantes são oito vezes mais propensos a desenvolver úlcera de córnea.

 

O uso de lentes de contato não é sem risco. Certifique-se de seguir à risca as regras de manutenção e as precauções de utilização específicas para o seu tipo de lente. Assim você poderá evitar riscos de infecções graves. O vídeo abaixo ensina você a proteger os seus olhos! Confira!

Saiba mais:

Alergia nos olhos: entenda porque acontece

Miopia: entenda o que é e como tratar

Lidando com a perda de visão

Carência de vitamina A: sintomas, causas e tratamento

Como escolher seu óculos de grau

Olhos vermelhos e problemas no fígado

Ceratoconjuntivite: sintomas, causas e tratamento


[the_ad_group id="16349"]
[the_ad_group id="16404"]