Para quem quer manter a dieta, a receita de pizza light pode ser uma alternativa mais saudável, mas igualmente saborosa ao prato tradicional. Isso porque, muitas vezes, alguns alimentos acabam sendo cortados das refeições por conter muitas calorias – que podem prejudicar a perda de peso.

Pizza na alimentação

Pizza é aquela refeição que todo mundo gosta, é prática e ideal para quando você precisa alimentar não só o corpo, mas a alma. É aquela comida que traz conforto e um pouquinho de felicidade. Por isso, é muito difícil ficar sem esse alimento no cardápio.

receita de pizza light
Versão light da pizza pode ser uma alternativa para quem não quer sair da dieta. Foto: iStock, Getty Images

Mas é preciso ter muito cuidado ao consumir a receita tradicional. Um estudo publicado na revista Pediatrics relacionou a pizza à obesidade infantil. Além disso, nos dias em que esse alimento foi incluído nas refeições, as crianças consumiram 408 calorias a mais, e os jovens, 624 calorias.

Cuidar da alimentação é importante para manter a saúde em dia. Por isso, procurar ajuda de um profissional da nutrição é essencial. Ele vai poder montar um cardápio saudável baseado nas suas necessidades nutricionais – e a receita de pizza light pode estar nele.

Veja como preparar a receita de pizza light

Com essa receita, você vai poder matar aquela vontade de comer uma guloseima, mas sem abusar das calorias.

Ingredientes:

– 1 massa pronta para pizza

– Molho de tomate a gosto

– Folhas de manjericão

– Queijo cottage

– Tomates

Modo de preparo:

Ao comprar uma massa pronta, procure pela versão light. Se não houver disponibilidade no tamanho que você precisa (individual, média ou grande), opte pela versão integral.

Uma pizza marguerita é uma ótima pedida para quem quer se deliciar. Na massa, espalhe molho de tomate, muitas folhas de manjericão, queijo cottage e algumas rodelas de tomate (ou tomates cereja cortados em quatro partes).

O queijo cottage pode ser substituído por outros queijos pouco gordurosos, como minas frescal ou ricota. Se for do seu gosto, um fiozinho de óleo de oliva pode finalizar a pizza na hora de servir.

Teste outra receita de pizza light

Pizza é um alimento muito democrático: tendo a massa, é possível fazer o sabor que você quiser. Como o foco dessa matéria é a versão light, temos algumas outras sugestões para variar no sabor mas não exagerar nas calorias.

O atum (em conserva natural, e não ao óleo) pode ser usado para a sua receita de pizza light. Além de pouco calórico, contém muitos nutrientes, ômega 3, selênio, magnésio, potássio e vitaminas do complexo B. Combine com cebola, algumas azeitonas (não exagere) e um pouquinho de queijo branco, além do molho de tomate.

Vegetais como palmito, brócolis, rúcula, berinjela, espinafre e tomates secos podem ser usados individualmente ou misturados em uma deliciosa receita de pizza light. Para compor, creme de ricota ou cream cheese light finalizam a combinação de sabores.

Os vegetais, além de pouco calóricos, contribuem com a saúde trazendo fibras, vitaminas, minerais e outros elementos benéficos para a sua alimentação. Você pode misturar como quiser e ainda usar outros vegetais e legumes de sua preferência.

Se você faz acompanhamento com nutricionista, procure saber quais os alimentos estão liberados para a sua receita de pizza light. As quantidades também são importantes, então pergunte ao profissional as melhores estratégias para matar aquela fome de pizza sem sair da dieta.

 

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão DoutíssimaClique aqui para se cadastrar!


DEIXE UMA RESPOSTA