[the_ad_group id="16401"]
Clínica Geral

Sofrendo com o hipertireoidismo? Aprenda a controlar os sintomas e viva melhor

Por Redação Doutíssima 23/03/2014

hipertireoidismoO hipertireoidismo é um problema no qual a glândula da tireoide produz hormônio em excesso. Esse problema também é conhecido como tireoide superativa. O aumento dos níveis de hormônios tireoidianos no sangue resulta na aceleração da atividade metabólica do organismo.

 

Hipertireoidismo: Causas, sintomas e tratamento

A glândula tireoide é um órgão importante do sistema endócrino. Ela encontra-se na parte da frente do pescoço, logo abaixo da laringe, por isso, geralmente, as pessoas que sofrem da doença têm inchaço na região. A glândula produz os hormônios tiroxina (T4) e tri-iodotironina (T3), que controlam como cada célula do corpo gasta energia. Esse processo é chamado de metabolismo.

O hipertireoidismo ocorre quando a tireoide produz grandes quantidades desses hormônios em um período curto (agudo) ou longo (crônico) de tempo. Várias doenças podem causar esse problema, entre eles:

  • Ingestão excessiva de iodo
  • Doença de Graves (responsável pela maioria dos casos de hipertireoidismo)
  • Inflamação (tireoidite) da tireoide devido a infecções virais ou outros motivos
  • Tumores não-cancerígenos da glândula tireoide ou da glândula pituitária
  • Superdosagem de hormônio da tireoide
  • Tumores nos testículos ou ovários

 

hipertireoidismoEntre os sintomas mais comuns do hipertireoidismo estão:

  • Baixo poder de concentração
  • Fadiga
  • Evacuações frequentes
  • Bócio (glândula tireoide visivelmente aumentada) ou nódulos na tireoide
  • Intolerância ao calor
  • Aumento do apetite
  • Sudorese
  • Menstruação irregular nas mulheres
  • Nervosismo
  • Inquietação
  • Perda de peso (raramente, ganho de peso)

 

Outros sintomas que podem ocorrer, porém são mais raros:

  • Desenvolvimento da mama em homens
  • Pele fria e úmida
  • Diarreia
  • Perda de cabelo
  • Tremor nas mãos
  • Fraqueza
  • Pressão alta
  • Coceira
  • Ausência da menstruação nas mulheres
  • Náusea e vômitos
  • Pulso rápido e irregular
  • Olhos saltados (exoftalmia)
  • Frequência cardíaca acelerada ou irregular (palpitações)
  • Ruborização da pele
  • Insônia

 

O tratamento do hipertireoidismo varia de acordo com a gravidade dos sintomas. De maneira geral, o hipertireoidismo é tratado com um ou uma combinação dos seguintes medicamentos:

  • Medicamentos antitireoidianos
  • Iodo radioativo (que destrói a tireoide e interrompe o excesso de produção dos hormônios)
  • Cirurgia para remover a tireoide
  • Caso a tireoide seja removida com cirurgia ou destruída com radiação, será preciso repor os hormônios com pílulas pelo resto da vida.

 

Betabloqueadores, como propranolol, também podem ser usados para tratar alguns sintomas, incluindo frequência cardíaca acelerada, sudorese e ansiedade, até que o hipertireoidismo possa ser controlado.

 

O vídeo abaixo detalha a hipertireoide. Confira!

 

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão DoutíssimaClique aqui para se cadastrar!

 

Saiba mais:

Como controlar os sintomas da tireóide

Tumor do mediastino: entenda melhor o tipo de câncer que matou o ator Paulo Goulart

Tumor: a história do homem elefante

Tumores: linfangioma e hemangioma

Menstruação atrasada: o que pode ser?

Conheça as causas incomuns de hipertensão

Taquicardia: saiba o que é e como tratar


[the_ad id="14710899"]
[the_ad id="14710899"]
[the_ad_group id="16404"]