Clínica Geral

Coceira intensa sem explicação? Pode ser urticária! Conheça as principais causas da urticária

Por Redação Doutíssima 24/03/2014

A urticária é um distúrbio que ocorre na pele muito comum. Estudos indicam que em média 20 a 25% das pessoas já sofreram com algum episódio da doença na vida.  A urticária é caracterizada pela formação de pápulas (elevações circulares, salientes e bem demarcadas) circundadas por eritema ( vergões vermelhos) e edema (inchaço).

 

causas da urticária

 

As placas de urticária na pele surgem em qualquer região do corpo, de repente e costumam coçar muito. Elas também desaparecem espontaneamente em um curto período de tempo para reaparecer depois, em algum outro local.

O surgimento da urticária ocorre devido a ação de uma substância chamada histamina que é liberada pelos mastócitos, células do tecido conjuntivo que são responsáveis pela dilatação e permeabilidade dos pequenos vasos sanguíneos.

A urticária pode ser classificada em duas categorias, dependendo do tempo de evolução da reação. Ela pode ser aguda, com uma duração inferior a seis semanas ou formada por um único episódio transitório e autolimitado. Ou ela é classificada como crônica, quando ela permanece por mais de seis semanas.

Existem casos que a urticária acontece acompanhada por um inchaço das camadas mais profundas da pele, chamado de angiodema, que atinge normalmente as pálpebras, lábios, orelhas, pés, mãos e genitais.Segundo o célebre médico brasileiro Drauzio Varella “o angioedema pode afetar a mucosa da boca e da garganta, a ponto de promover um bloqueio das vias aéreas superiores e edema de glote (edema de Quinck), complicações graves da doença que põem a vida em risco.”

 

Causas da urticária

 

As causas da urticária podem ser variadas. A urticária aguda pode ser provocada por estímulos de origem imunológica ou não imunológica. Nas não imunológicas, as erupções são provocadas por reações alérgicas a determinados agentes físicos, tais como:

causas da urticária

Alimentos: os primeiros a serem lembrados como causas da urticária, mas nem sempre estão envolvidos diretamente. No entanto, os alimentos mais comuns que provocam alguma reação incluem crustáceos, ovos, leite, chocolate, castanhas ou amendoins.

Medicamentos: também uma das causas da urticária mais comuns, em especial os analgésicos, antitérmicos e antiinflamatórios, de acordo com o seu uso. O maior problema é que tais remédios não são considerados como nocivos pelas pessoas, em virtude ao seu enorme uso. Mas na verdade, qualquer medicamento pode se tornar uma das causas da urticária, todos podem desencadear a doença, e não somente os remédios considerados “fortes”.

Outras causas da urticária são infecções ( causada por vírus e bactérias), infestações ( principalmente nas crianças, a famosa “lombriga”) e doenças variadas.

Alguns agentes físicos também podem ser considerados causas da urticária, como por exemplo, a água fria, o calor, o suor excessivo, entre outras podem desencadear a doença tanto em adultos quando em crianças.

 

Tratamento

 

Normalmente, o tratamento da urticária ocorre suspendendo completamente o contato com o agente alérgico das crises. Alguns medicamentos anti-histamínicos ingeridos via oral são úteis para aliviar s sintomas. Em casos mais graves, um médico pode prescrever alguns remédios com corticoides em sua fórmula.

 

 


Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão DoutíssimaClique aqui para se cadastrar!

 

Saiba mais:

Dúvida: urticária tem cura?

Urticária colinérgica: sintomas, causas e tratamento

Saiba mais sobre remédio para alergia

Alergia na pele: sintomas, causas e tratamento

Saiba mais sobre os sintomas de alergia

Alergia alimentar: sintomas, causas e tratamento

Como evitar a alergia ao sol