[the_ad_group id="16401"]
Clínica Geral

Constipação: o que fazer quando ela ataca e como se prevenir

Por Redação Doutíssima 02/04/2014

A constipação, mais conhecida como “prisão de ventre”, é definida quando um indivíduo não consegue evacuar mais de três vezes por semana. A constipação normalmente vem acompanhada de fezes duras ou dificuldade para evacuar. Ela pode provocar dores ao evacuar ou impedir completamente a evacuação.

constipação

 

O número de vezes que evacuamos varia de pessoa para pessoa: algumas evacuam mais de uma vez por dia. Outras, nem todos os dias. Enquanto algumas pessoas saudáveis têm fezes moles ou quase diarreicas, outras têm fezes duras, mas não apresentam dificuldade para evacuar. Os bebês que são exclusivamente amamentados no peito podem ficar até três dias sem evacuar.

A constipação ocorre quando a evacuação é pouco frequente ou requer bastante esforço. Além disso, a passagem de fezes muito grandes, largas ou duras pode lacerar a membrana mucosa do ânus (especialmente em crianças), provocando sangramento e a possibilidade de uma fissura anal.

 

Causas da constipação

 

As causas mais frequentes da constipação são:

  • Dieta pobre em fibras;
  • Falta de exercícios físicos;
  • Ingestão de água insuficiente;
  • Demorar para ir ao banheiro quando sente vontade de evacuar.

 

Outros fatores como stress e viagens, por exemplo, podem provocar a constipação ou outras alterações nos hábitos de evacuar.

Outras causas (menos comuns) da constipação podem ser:

  • Câncer de cólon;
  • Doenças intestinais como a síndrome do intestino irritável;
  • Gravidez;
  • Hipotireoidismo;
  • Distúrbios mentais;
  • Doenças e distúrbios neurológicos;
  • Uso de certos medicamentos.

 

A constipação infantil é comum em casos de crianças que reprimem a evacuação por não estarem prontas para aprender a ir ao banheiro, ou por terem sofrido algum trauma com relação ao ato.

 

O que fazer em caso de constipação

 

Caso você apresente prisão de ventre repentina, com cólicas abdominais e incapacidade de expelir gases ou evacuar, consulte um médico. Não faça uso de nenhum laxante.

constipação

 

Procure um médico, igualmente, caso você apresente os seguintes sintomas:

  • Dor abdominal severa ou aguda, principalmente se houver inchaço;
  • Sangue nas fezes;
  • Prisão de ventre alternada com diarreia;
  • Fezes finas como uma caneta;
  • Dor retal;
  • Perda repentina de peso.
  • Caso você estiver usando laxantes por várias semanas ou se os cuidados caseiros não estiverem funcionando, procure também a ajuda médica.

 

Se o seu bebê estiver sofrendo de constipação, consulte imediatamente seu médico pediatra caso o bebê fique (com exceção aos que são exclusivamente amamentados no peito) três dias sem evacuar, apresente vômitos ou sinais de irritabilidade.

Se o seu bebê com menos de 2 meses apresentar constipação por mais de 3 dias, vomitar ou apresentar sinais irritabilidade, procure também o pediatra. Bebês que não são amamentados pode ficar até 3 dias sem evacuar.

 

Prevenção

 

Para evitar a constipação, o indicado é manter uma alimentação equilibrada, rica em frutas, verduras e, principalmente, fibras. E, é claro, beber bastante água.

 

Quer saber como fazer seu intestino funcionar? Então não perca o vídeo abaixo!

 

 

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão DoutíssimaClique aqui para se cadastrar!

 

Saiba mais:

 

Saiba como se livrar da prisão de ventre

10 Dúvidas sobre a prisão de ventre

Conheça as 7 frutas que mais auxiliam o intestino a funcionar

Câncer no intestino: sintomas e tratamento

Café da manhã que ajuda a proteger os olhos: cereais integrais, mamão e goiaba

7 Dicas para consumir mais fibras

5 Saladas refrescantes e nutritivas para o verão


[the_ad id="14710899"]
[the_ad id="14710899"]
[the_ad_group id="16404"]