[the_ad_group id="16401"]
Motivação > Saúde Mental

Seja uma pessoa melhor com a ajuda da psicologia. Aprenda como transformar alguns defeitos em qualidades e viva mais feliz

Por Redação Doutíssima 17/04/2014

É hora de repensar a nossa percepção sobre nós mesmos. Muitos de nós têm dificuldades em listar nossas qualidades pessoais, mas consegue facilmente relacionar os defeitos. Ao longo do caminho, nós nos forçamos a encaixar em determinado molde e nos tornamos uma versão artificial de nós mesmos. Pior ainda, a auto-crítica que acompanha estas imperfeições provoca um mal-estar que leva à irritabilidade ou auto-supressão. Consequentemente, nós exageramos e nos esgotamos até mesmo corremos para os remédios.

defeitos em qualidades

Em um casamento, quando estamos exaustos, temos menos a oferecer ao parceiro e o sexo muitas vezes cai no esquecimento. Muitas vezes, interiorizamos nossa fraqueza a tal ponto que parece que andamos por aí com um chip no ombro, muitas vezes levando a ofensiva como um ataque preventivo, devido à nossa sensibilidade elevada.

É hora de repensar as nossas falhas e considerar transformar os nossos defeitos em qualidades. Eles podem realmente vir a ser nossas forças ocultas. Uma nova pesquisa sobre as doenças medicadas de nosso tempo, o TDAH ( Transtorno do déficit de atenção com hiperatividade). Acontece que o TDAH possui um lado positivo.

No livro “Addicted to Stress” (Viciado em Estresse), o autor aconselha a adotar os atributos de um narcisista saudável, abraçar tudo o que eles são, a fim de se tornarem o que eles aspiram ser, transformar seus defeitos em qualidades.

Um novo estudo no Journal of Personality and Individual Differences valida este conceito. A mais recente pesquisa constata que adultos com TDAH desfrutam de conquistas mais criativas do que aqueles que não têm o distúrbio. “Pela mesma razão que o TDAH pode criar problemas como distração, pode também permitir uma abertura para novas idéias”, diz Holly Branco, professor assistente de psicologia cognitiva na Eckerd College, na Flórida. “Não estar completamente focado em uma tarefa permite que a mente faça associações que não poderia ter acontecido de outra maneira.”

Certamente, o mundo precis de pensadores sequenciais, claros e focados. No entanto, a habilidade de realizar um brainstorming, gerando novas idéias para potenciais invenções, é vital. Considere esta analogia a uma viagem planejada cuidadosamente onde a pessoa teve que tomar desvios e fazer mudanças espontâneas. Para muitos, esses desvios poderiam provar ser o mais divertido e estimulante.

Aqui vai algumas dicas de como reformular seus defeitos em qualidades. Transformá-los em uma força pessoal.

defeitos em qualidades

Transformando defeitos em qualidades

 

Preguiça: Você está sempre atrás, mais lento enquanto outros estão correndo na vida. É provável que você invente métodos mais fáceis e mais eficientes.

Rabiscar: Você está liberando sua criatividade interior. Isso transfere lateralmente para as tarefas mais sérias.

Procrastinação: Você começa a filtrar as idéias em vez de  as aderir automaticamente.

Timidez: Você é um bom ouvinte e está mais propenso a pensar antes de falar.

Bagunça: Você é uma pessoa criativa com uma mente associativa. Você encontra o que precisa em meio ao caos.

Inveja: você é ambicioso e realiza grandes coisas emulando outros.

Estes são somente alguns exemplos em como tornar seus defeitos em qualidades. Defeitos são humanos, ninguém foge deles. Você pode partir para uma jornada mais interior ainda e descobrir outras maneiras de canalizar suas características pessoais.

Aprender a transformar seus defeitos em qualidades traz muito benefícios para você. Saber quais são as suas qualidades e onde você ainda precisa trabalhar pode ajudar a estabilizar a sua vida pessoal e estimular as suas interações profissionais.

 

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão DoutíssimaClique aqui para se cadastrar!

 

 

Saiba mais:

Fuja do estresse e ganhe mais qualidade de vida

Como lidar com o amor e o medo de amar?

O sentimento de medo ajuda ou atrapalha?

4 Dicas para vencer a timidez

5 Dicas para espantar a preguiça

Aprenda mais sobre o TDAH

Transtorno do Déficit de Atenção com Hiperatividade (TDAH) em adultos: Assuma o controle dos seus sintomas

 

 

 

 

 

 


[the_ad id="14710899"]
[the_ad id="14710899"]
[the_ad_group id="16404"]