Clínica Geral

Entenda quais são as causas do sangramento no nariz e saiba o que fazer para evitar

Por Redação Doutíssima 18/04/2014

Um dos tipos de sangramentos externos mais comuns é o sangramento no nariz, bastante comum entre as crianças. Muitos se assustam ao verem tanto sangue jorrando de seu nariz sem parar. Principalmente crianças e seus pais. O medo surge porque muitos não sabem como lidar com a situação e não entendem porque isso acontece. Por isso resolvemos desvendar todos os mitos relacionados ao sangramento nasal.

sangramento no nariz

 

Porque acontece um sangramento no nariz?

 

O sangramento nasal, ou epistaxe, pode ocorrer por causas. Contudo, todo sangramento no nariz ocorre devido à ruptura de vasos sanguíneos da mucosa do nariz. Essa mucosa e seus vasinhos são muitos sensíveis, podendo se romper muito facilmente. O sangramento pode ser anterior, na parte da frente do septonasal, ou posterior, que ocorre na parte posterior das fossas nasais. A maioria das hemorragias nasais não têm causas graves, contudo, quando um paciente têm sangramentos frequentes que lhe incomodam, é recomendado buscar o auxílio de um otorrinolaringologista que poderá diagnosticar o caso.

Entre as principais causas do sangramento nasal estão resfriado, gripe e sinusite. Essas doenças irritam o nariz, com o excesso de produção de catarro, o que sobrecarrega os vasos sanguíneos dessa região e eles acabam se rompendo. Também, durante os esforços para a eliminação do catarro a própria pessoa fere o nariz. Durante a adolescência pode-se detectar alguns casos de sangramento no nariz causados por um tipo de tumor benigno na parte posterior do nariz ou superior da garganta, chamado de angiofibroma juvenil. Outro possibilidade é a ruptura da artéria etmoidal durante a prática de exercícios. Durante a terceira idade, as hemorragias nasais estão predominantemente ligadas à casos de pressão arterial sistêmica. Por outro lado, há também casos relacionadas com tumores benignos, papiloma invertido e cânceres.

 


Como proceder quando há um abundante sangramento no nariz?

 

sangramento no nariz

Não há motivo para se assustar ou correr em busca de auxílio médico. A maioria das epistaxes têm resolução espontânea em até dez minutos e não necessitam atendimento médico. Diante de um sangramento no nariz, ao contrário da crença popular, não é indicado que a pessoa incline a cabeça para trás. Esse tipo de postura faz com que ela aspire o sangue, levando-o para os pulmões. Nesse caso pode haver problemas mais sérios. Para estacar o sangramento, a melhor posição é ereto ou com a cabeça para frente. Comece a respirar pela boca, tampe as narinas com algodão, gaze ou absorventes internos. Espere cerca de dez minutos. Evite assoar ou tocar no nariz durante duas horas após esse tratamento.

 

 

 

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão DoutíssimaClique aqui para se cadastrar!

 

Saiba mais:

 

Hemorragia: sintomas, causas e tratamento

Hemorragia e complicações odontológicas

O que fazer com o sangramento após ter arrancado o dente

Como cuidar de um hematoma

Como lidar com fraturas, entorses e luxações

Saiba como lidar em casos de intoxicação com o mercúrio do termômetro: o que fazer e como tratar

Conheça o CPAP nasal e pare de acordar seu parceiro com o seu ronco


Sites parceiros