Dormir bem faz bem para a saúde e ainda ajuda a viver mais. Só que muitas pessoas têm dificuldade no sono e sofrem com despertares durante a noite. Isto faz com que elas acordem mal-humoradas, cansadas, irritadas, com dores no corpo e com a sensação de que o descanso não foi restaurador, cultivando a impressão de cansaço constante. É um momento em que se percebe a necessidade de melhorar a qualidade do sono.

A insônia pode ser decorrente de problemas de saúde como, por exemplo, transtorno ansioso, quadro depressivo, problemas neurológicos como a síndrome das pernas inquietas, apneia do sono ou mesmo um distúrbio chamado de movimentos periódicos do sono. Estima-se que 30% da população sofram deste mal e precisem com urgência melhorar a qualidade do sono.

 melhorar a qualidade do sono
Se desconecte de tudo uma hora antes de dormir para a melhor qualidade do sono. Foto: Shutterstock

No entanto, antes de se pensar que o problema é de saúde, é preciso analisar se ele não é gerado por maus hábitos antes de dormir. Fatores como o uso excessivo de computadores, alimentação pesada antes de dormir e situações de tensão podem prejudicar o sono.

Aprenda a melhorar a qualidade do sono

Para amenizar e resolver o quadro de insônia nestes casos, é importante aprender a melhorar a qualidade do sono, seguindo nossas dicas:

1. Atenção ao travesseiro: escolha um bom travesseiro para dormir. Além disto, procure sempre levar em conta a posição em que você dorme. Ao se deitar de lado, o travesseiro deve ser mais alto para que o pescoço fique alinhado com resto da coluna. Caso você durma de barriga para cima, o ideal é usar um travesseiro mais baixo para que a cabeça não fique muito acima.

2. Olho no colchão: tão essencial quanto o apoio que o travesseiro dá para a cabeça, o colchão é um item fundamental para melhorar a qualidade do sono. Na hora de dormir, procure manter sua coluna alinhada. Prefira usar um colchão que seja confortável e que, ao acordar, você não sinta dores no corpo. Caso você comece a sentir um desconforto ao despertar pela manhã, está na hora de trocar o seu colchão.

3. O segredo das cortinas: uma boa cortina é tão importante quanto o colchão e o travesseiro, pois a iluminação do ambiente de repouso está diretamente relacionada com o sono. Ao dormirmos, o corpo libera melatonina, hormônio que é melhor produzido quando estamos no escuro. A luminosidade alta interfere em sua liberação.

4. Cama só para dormir: fazer uso da cama para outras atividades que não seja dormir podem piorar as crises de insônia. Comer, usar o computador ou mesmo ler um livro na cama atrapalha a chegada do sono.

5. Fuja de eletrônicos: evite ter objetos eletrônicos muito estimulantes no quarto, pois eles podem aumentar o grau de excitação, prejudicando o sono. Se desconecte de tudo uma hora antes de dormir para melhorar a qualidade do sono.

6. Alivie a ansiedade: quando a insônia surge por ansiedade, busque usar algumas técnicas de relaxamento ou faça exercícios de respiração, inspirando e expirando lentamente.

7. Beba chá ou leite morno: tomar uma xícara de chá ou um copo de leite morno antes de dormir ajuda a melhorar a qualidade do sono. Essas bebidas propiciam o relaxamento do corpo.

8. Sem exercícios noturnos: evite fazer exercícios físicos à noite. Como a temperatura corporal influi no sono, a atividade física eleva a temperatura, prejudicando o sono. Caso você só tenha este horário para praticar algum exercício, o ideal é esperar três horas após o fim da atividade para se deitar.

 

 

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão DoutíssimaClique aqui para se cadastrar!

 

Saiba mais:

Mitos e verdades sobre o sonambulismo

Como tirar o sono durante o dia

11 alimentos que estimulam o sono

Saiba mais sobre os remédios para dormir

Como dormir mais rápido

10 dicas para dormir bem todas as noites

Doença do sono: sintomas, causas e tratamento


DEIXE UMA RESPOSTA