Guia do Câncer

Diagnóstico do câncer de próstata: veja os exames que podem detectar a doença

Por Dr. Rui Farinha 27/05/2014

diagnóstico do câncer de próstata

Atualmente, existem vários exames auxiliares para determinar se uma pessoa tem ou não uma doença, como é o caso do diagnóstico do câncer de próstata. A análise mais simples e menos invasiva é o toque retal. Através dele, o urologista consegue precisar se nódulos ou zonas duras estão presentes na próstata, o que, em caso positivo, levanta a suspeita de um tumor e pode levar à realização de uma biópsia na região examinada.

A informação obtida no toque retal deve ser conjugada com a obtida pelo PSA (antígeno prostático específico, em inglês), uma molécula produzida essencialmente pela próstata e que existe em circulação no sangue. Com um exame, é possível determinar o seu nível sanguíneo: quando o valor do PSA está elevado, o urologista pode suspeitar da existência de uma inflamação ou infecção da próstata (prostatite), de uma hiperplasia benigna ou de uma doença maligna.

Diagnóstico do câncer de próstata: calculando o PSA

Existem essencialmente dois tipos de PSA: o PSA total e o PSA livre. Esses valores podem ser utilizados numa fórmula, denominada razão entre PSA livre e PSA total. A divisão de um por outro resulta num determinado valor, que pode ajudar a decidir se é necessário realizar uma biópsia ou não.

A razão entre o PSA livre e o PSA total ajuda basicamente a distinguir entre a possível existência de uma doença benigna ou uma maligna. O valor da divisão entre os dois PSA é importante quando o PSA total varia entre 4 e 10 nanogramas por mililitro, então, quanto menor o resultado desse cálculo, maior a probabilidade do diagnóstico do câncer de próstata ser positivo.

Hoje em dia, ainda existe um exame de urina que permite detectar um biomarcador chamado PCA3, que pode ajudar a decidir se é preciso repetir a biópsia na próstata, após uma primeira biópsia negativa. Dessa forma, percebemos que a medicina evolui a nosso favor, contribuindo para a prevenção e detecção precoce de doenças com altas taxas de mortalidade. Tire proveito disso e deixe sua saúde em dia!

 

 

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão DoutíssimaClique aqui para se cadastrar!

 

 

Saiba mais:

Qual a importância do exame de próstata

Campanha em São Paulo incentiva homens a fazer exame de próstata

Novo tratamento aumenta sobrevivência em casos de câncer de colo do útero

Você sabia que se diagnosticado precocemente, câncer colorretal pode ser curável?

Entenda como é feita a colonoscopia e saiba o quanto ela é importante para o diagnóstico precoce do câncer

Computador Watson contra o câncer: tecnologia da IBM será empregada no combate ao câncer

Sedentarismo aumenta em 40% os fatores de risco para câncer de mama


Sites parceiros