[the_ad_group id="16401"]
Vitaminas

Descubra os benefícios da vitamina C para a pele e como utilizá-la

Por Redação Doutíssima 02/06/2014

Ela não é apenas a nova moda de cuidados estéticos para a pele. A vitamina C para a pele vem apresentando resultados reais importantes em tratamentos que buscam eliminar manchas, hidratá-la ou restaurá-la ao primeiro sinal de envelhecimento.

A vitamina C para a pele é geralmente utilizada em forma de cremes, não tem contraindicação (a não ser em casos muito raros de alergia) e deve ser utilizada como complemento do filtro solar, inclusive potencializando os seus efeitos.

Vitamina C tem aparecido com frequência na composição de cremes para a pele. Foto: Shutterstock

Vitamina C tem aparecido com frequência na composição de cremes para a pele. Foto: Shutterstock

Atualmente, há produtos com vitamina C para a pele à disposição no mercado que oferecem concentrações de até 20%. A indústria cosmética vive um momento de ascensão justamente pelas aplicações da vitamina C para a pele, reforçada por numerosos estudos que não deixam de lado as características da pele das brasileiras.

Uso da vitamina C para a pele

As aplicações dermatológicas são muitas. O uso da vitamina C para a pele pode melhorar a sua elasticidade, dando uma aparência de pele lisa e bonita, devolve a luminosidade à pele e tem ação antioxidante, além de inibir a produção de enzimas que mancham a pele, ajudando no clareamento.

Um dos benefícios mais destacados do uso da vitamina C para a pele está na luta contra o seu envelhecimento, o qual se dá de forma natural ou precoce, quando há demasiada exposição solar. Nestes casos, a vitamina C contribui para uma melhor performance do filtro solar, melhorando a hidratação da pele.

Esta dobradinha entre o protetor solar e a vitamina C para a pele é ainda mais importante porque, segundo estudos, 50% da proteção da pele contra o envelhecimento precoce cabe ao filtro solar.

Cremes para o rosto

Para utilizar um creme para o rosto que tenha vitamina C em sua composição, consulte um dermatologista. O produto será manipulado em concentração indicada pelo profissional médico. Ele também pode ser encontrado em farmácias, mas a versão manipulada é descrita como vantajosa por especialistas, já que possui maior concentração de vitamina C para a pele, possibilitando melhores resultados em menos tempo.

O produto deve ser aplicado uma vez por dia, sempre após lavar o rosto com água e, de preferência, com sabonete líquido, que possui maiores propriedades hidratantes. Não é preciso abusar do creme. Aplique porções pequenas no rosto, no pescoço e no colo. Para passar, coloque uma pequena quantidade na ponta do dedo, faça “pintinhas” sobre a pele e, depois, o espalhe.

Há produtos especificamente recomendados para uso noturno, enquanto outros podem ser usados a qualquer momento do dia sem causar danos à pele. A consulta dermatológica é importante porque nem toda pele pode se adaptar à vitamina C. Embora casos de alergia sejam raros, podem surgir cravos e espinhas, além do aumento da oleosidade e irritação.

Se preferir uma solução mais natural ainda, sempre é possível substituir qualquer tipo de creme ou loção pelo consumo de alimentos que são fonte de vitamina C, como as frutas cítricas. Mas fique alerta: o uso tópico da vitamina C para a pele é mais eficaz nos tratamentos estéticos.

 

 

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão DoutíssimaClique aqui para se cadastrar!

 

Saiba mais:

 

Gordura abdominal e celulite? Saiba como reduzir

Cremes para celulite: mito ou verdade?

Nutricionista ensina a enfrentar de vez o fantasma da celulite

7 Maneiras de combater a celulite

5 Soluções imediatas contra a celulite

Aprenda a fazer a ginástica anti celulite

6 Tratamentos que prometem reduzir a celulite


[the_ad id="14710899"]
[the_ad id="14710899"]
[the_ad_group id="16404"]